Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Sugestões para comer uma boa massa

Confira apetitosas opções em cartaz no menu de seis restaurantes

Por Fábio Codeço Atualizado em 15 set 2017, 20h06 - Publicado em 15 set 2017, 20h04

CT Brasserie

As casas de perfil mais despojado do superchef Claude Troisgros servem uma versão abrasileirada do clássico molho carbonara. Com espaguete, palmito pupunha e carne-seca crocante, a receita custa R$ 87,00 (ou R$ 50,00 a meia-porção).

L’Ulivo Cucina e Vini

Campeão na categoria bom e barato no especial COMER & BEBER 2017/2018, publicado por VEJA RIO, é comandado pelo italiano Renato Ialenti. Ele prepara chitarrini alla putanesca, massa artesanal ao molho de tomate com azeitona, alcaparra e anchova (R$ 46,00).

Ravióli de rabada: criação de Cristiano Ramalho Rodrigo Azevedo/Divulgação

Lorenzo Bistrô

Recém-chegado à casa, o chef Christiano Ramalho renovou o menu do endereço, com uma opção testada e aprovada de ravióli recheado de rabada e coberto por molho de trufas negras (R$ 59,00).

Continua após a publicidade

Mamma Jamma

Egresso do paulistano Due Cuochi, Cido Silva criou um menu de massas frescas para o almoço das filiais da Zona Oeste. Às sextas há pappardelle ao ragu de cordeiro e cogumelos (R$ 45,00).

Pici Trattoria

No capítulo de massas do concorrido reduto italiano, a dica é pedir a receita que leva o nome da casa. Massa longa rústica, típica da Toscana, o pici chega misturado a um molho delicioso de linguiça, tomate e alecrim. O pedido sai a R$ 52,00.

Simon Boccanegra

Natural da Bolonha, o chef italiano Matteo Rubini mexeu no cardápio do restaurante há pouco. Na ala dos pratos principais, o mestre-cuca, um talento de apenas 25 anos, incluiu a receita que reúne linguine e molho pesto genovês, além de lascas de bacalhau e azeitona preta (R$ 69,00).

Continua após a publicidade
Publicidade