Clique e assine por apenas 4,90/mês

Cinco bons coquetéis com vinhos

Tintos, brancos e até vinho do Porto brilham em drinques pela cidade

Por Carol Zappa - 13 out 2017, 13h31

Garoa Bar Lounge: Um clássico da coquetelaria mundial, o ny sour (foto acima) é resgatado pelo competente Igor Renovato no charmoso bar de origem galega. A receita leva uísque, sour mix de limão-siciliano e uma camada de vinho tinto (R$ 28,00).

Êtta Bar: Dica da atraente carta de drinques, o piscatella (R$ 24,90) reúne pisco (aguardente de uva), suco de limão-siciliano, açúcar, vinho malbec e clara de ovo.

Explorer Bar: Servido em uma delicada xícara, o tea time (R$ 19,00) é um nada inocente chá de hibisco caseiro, batizado com sangria de vinho e gim e rodela de laranja. A criação vai bem no agradável deque.

Lipe Borges/Divulgação

Baretto-Londra: No luxuoso bar do Hotel Fasano, o barman André Paixão prepara o grape martini (R$ 54,00, foto acima), que combina a leveza e as notas frutadas do vinho branco com vodca e o sabor cítrico de uvas, limão e sour mix.

Continua após a publicidade

Winehouse: Com uma seleção de 71 rótulos, o premiado bar de vinhos usa a bebida em receitas como o porto tônic (R$ 26,00), mistura de vinho do Porto branco seco, tônica e limão-siciliano.

Publicidade