não é só para turista

Hotéis cariocas investem em novos bares e restaurantes

Seja para tomar uns drinques, jantar com vista para o mar ou almoçar com  família, estabelecimentos são boas opções para os moradores

Por: Luna Vale - Atualizado em

Principal destino turístico do país, o Rio concentra grande quantidade de hotéis, naturalmente frequentados por gringos e brasileiros de outras cidades e estados. No entanto, o carioca está ganhando bons motivos para passar a visitar estes lugares mais dedicados aos turistas: seus bares e restaurantes.

No último ano, o Rio ganhou sete novos estabelecimentos gastronômicos abertos ao público instalados em hotéis. Conheça abaixo um guia pelas novidades que valem a visita! 

Bar

Temporada
Temporada: novidade no Arpoador (Foto: Gianne Carvalho)

Inaugurado no fim de março, o bar não é fixo e fica no local onde funcionava o Azul Marinho até setembro. Além de boas opções para comer no cardápio, a carta de drinques oferece saborosas criações da mixologista Sandra Mendes. Mas o grande atrativo fica por conta da bela vista de quem senta no balcão: a praia do Arpoador, da pedra ao pôr do sol próximo ao Morro Dois Irmãos.

Dry martini
Dry Martini: foco em drinques (Foto: Divulgação)

No térreo do imponente hotel funciona, desde dezembro,  a filial carioca do bar criado há 37 pelo mixologista Javier de las Muelas em Barcelona. Gastronomia não é o forte do bar, mas o elegante salão combina com uns bons drinques. Na carta, além do famoso que dá nome à casa, outras quatro versões do clássico e combinações como vodka, suco de maracujá, suco de toranja e clara de ovo.

Restaurante

quitéria
Salmão curado com cachaça e beterraba do Quitéria (Foto: Felipe Fittipaldi)

Com uma gastronomia contemporânea, o restaurante, que abriu em junho, chama atenção também pelo projeto da arquiteta Bel Lobo com móveis do designer Sérgio Rodrigues. Não deixe de pedir o couvert antes de experimentar as boas opções de peixes e frutos do mar. Para quem quiser conhecer melhor o menu, o chef oferece uma degustação com cinco ou sete pratos.

  • Velero – Hotel Praia Linda 
velero
Varanda do Velero: de frente para praia (Foto: Divulgação)

Foram seis meses de obra para inaugurar no início deste ano. O estabelecimento  é uma boa novidade em um nicho pouco explorado pelos empreendedores cariocas: restaurantes na beira da praia, para ir comer após dar um mergulho. Com vista para o mar, é uma boa pedida para quem gosta de curtir o sol na altura do Pepê.

Bene Restaurant 2
Salão do Bene com vista para Praia do Leblon (Foto: Divulgação)

Inaugurado há um ano, o restaurante de especialidade italiana oferece uma bela vista para o mar, da praia do Leblon às pedras do Arpoador. Além do couvert com pães italianos caseiros, vale investir nas massas frescas, produzidas na própria casa. Aos domingos, um brunch em formato de buffet é oferecido em dois preços, com ou sem bebida alcóolica.

Restaurante L'etoile
Salão do L'Etoile com vista para o mar (Foto: Divulgação)

Da cobertura do hotel, o restaurante aberto em março de 2014 oferece uma vista privilegiada da praia do Leblon à noite. O menu, assinado pelo renomado Chef Jean Paul Bondoux e comandado pelo argentino Emmanuel Serrano, mistura influências da gastronomia francesa com pratos tipicamente brasileiros, sempre com ingredientes frescos.

  • Mee - Copacabana Palace
Mee, eleito o melhor restaurante asiático
(Foto: Thomas Rangel)

O vencedor do prêmio COMER & BEBER em seu primeiro ano, o asiático do famoso hotel carioca ganhou há pouco tempo uma nova carta de drinques. A mixologista Jéssica Sanchez assumiu o bar dos três restaurantes do Copacabana Palace, criando um menu de bebidas diferente para cada um deles. No Mee, releituras de clássicos e saborosas criações sem álcool para quem qusier acompanhar em grande estilo. Outra novidade na parte de bebidas é a chegada do sommelier de saquês Rejane Kawano. Para comer, vale investir as pedidas nas opções do sushi-bar.

Bar D'Hotel_
Vieiras grelhadas com bacon e manjerona e mousseline de ervilhas frescas do Bar D'Hotel (Foto: Rodrigo Azevedo)

O restaurante não é novo, mas está com uma ótima novidade: a volta da chef Lydia Gonzalez, que começou na casa ainda como estagiária. No menu, criações baseadas na culinária brasileira com ingredientes bem típicos como cumaru, cajá, jabuticaba e queijo serra da canastra. A carta de drinques também passou por uma reformulação com a chegada do mixologista Tai Barbin, que investe em xaropes e infusões caseiras. 

  •  Bossa Café – Rio Othon Palace
Bossa Cafe Alta
Bossa Café com vista para Praia de Copacabana (Foto: Anna Fischer)

Novidade após um alto investimento do hotel, o espaço faz referência ao movimento da música brasileira no final dos anos 50. Com vista para toda Praia de Copacabana, o restaurante oferece buffet de café da manhã aberto ao público aos finais de semana (R$45). 

Fonte: VEJA RIO