Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

“Mude seus horários, mude sua vida”: dicas do atual best-seller no Rio

Sucesso de editora carioca é baseado na medicina ayurvédica e funciona como um guia para ter mais saúde e energia

Por Renata Magalhães Atualizado em 6 ago 2021, 14h14 - Publicado em 6 ago 2021, 14h13

O processo de vacinação contra a Covid-19 começa a apontar o retorno a uma normalidade mais próxima àquela vivida antes de março de 2020. Mas é inegável que as restrições da pandemia trouxeram grandes transformações – algumas definitivas – na vida das pessoas. A preocupação com a saúde se tornou primordial e muita gente decidiu aproveitar o momento para mudar de hábitos.

+ Veja qual trilha do Parque Nacional da Tijuca é mais indicada para você

Isso se refletiu em diversos setores: consumo, alimentação, mercado fitness e até mesmo literário. Títulos sobre bem-estar passaram a voar das prateleiras, fazendo com que editoras como a carioca Sextante investissem pesado em títulos sobre o assunto.

Um exemplo é “Mude seus horários, mude sua vida”, do médico Suhas Kshirsagar, um dos maiores nomes da medicina ayurveda dos Estado Unidos, que vendeu 60 000 exemplares nos últimos 18 meses. A publicação é um guia sobre como usar o relógio biológico para perder peso, reduzir o estresse, dormir melhor e ter mais saúde e energia.

+ Veja Rio indica: sete documentários sobre saúde e bem-estar para se inspirar

Com abordagem sobre o ritmo circadiano – período de quase 24 horas no qual se completam as atividades do ciclo biológico dos seres vivos –, o livro mostra como alguns costumes podem ser prejudiciais à saúde. E ensina pequenas mudanças que podem ter um impacto gigantesco na nossa rotina. Confira abaixo sete dicas presentes na obra.

 1)    Durma sempre no mesmo horário

Ficar acordado até tarde em algumas noites e não em outras causa predisposição à insônia. O corpo tenta descobrir a hora do dia com base em quando você se levanta e quando normalmente vai dormir. Se um horário não for estabelecido, o organismo não saberá quando liberar hormônios que geram sonolência nem quando começar o período de descanso e rejuvenescimento das células. O resultado é pouca energia, apatia e más escolhas alimentares.

+ O programa de bem-estar Prudential Vitality chegou ao Rio

2)    Pratique atividades físicas todo santo dia

É fácil pensar nos exercícios como um meio de entrar em forma ou perder alguns quilos, mas eles também são fundamentais para criar disposição e prevenir a insônia. Um estudo com pessoas que sofriam de fadiga crônica mostrou que, ao fazer treinos de baixa intensidade regularmente, 60% delas aumentaram o nível de energia ao longo do dia.

3)    Exercite-se antes do café da manhã

Os exercícios de manhã cedo preparam o corpo para receber energia e processá-la com eficiência, ao passo que práticas intensas mais tarde trazem bem menos benefícios ao metabolismo. O corpo usa seu comportamento para entender que horas são. Ao se exercitar na primeira metade do dia, você reforça as pistas internas de que está no período diurno. Bastam 20 minutos de caminhada leve, alongamento ou movimentos de yoga.

Continua após a publicidade

+ Os benefícios do beach tênis, esporte que mais cresce nas praias do Rio

4)    Passe a comer cedo e almoce ao meio-dia

Pare de contar calorias e concentre-se no horário das refeições e nos nutrientes da comida. Por causa da rotina acelerada, muitas pessoas fazem a maior refeição à noite, supondo que o organismo processa todas as calorias do mesmo jeito, independentemente do horário. Ao comer mais tarde, gera-se um grande pico de glicemia em uma hora que o corpo está mais propenso a armazenar glicose como gordura. Se a maior refeição for feita ao meio-dia, ele terá mais tempo de queimar essa energia ao invés de armazená-la.

+ Preparador de Chay Suede ensina a manter a motivação nos treinos on-line

5)    Pare de ver TV tarde da noite

A atividade cerebral muda drasticamente durante o ciclo do sono, alternando o sono profundo e restaurador e o sono REM, mais leve e com sonhos. O primeiro ocorre entre 22h e 2h, momento em que o cérebro se limpa, as células dos diversos sistemas se reparam e a memória e o aprendizado se consolidam. Ficar acordado neste horário interfere nas tarefas importantes e causa desatenção no dia seguinte. Também ajuda a engordar.

+ Ioga na praia: novo espaço oferece aulas na orla de Ipanema

6)    Comprometa-se com uma prática de meditação

Pode ser tão simples quanto sentar-se de olhos fechados durante 20 minutos antes de se deitar ou deixar o celular na mesa de trabalho e usar a caminhada da tarde como meditação em movimento. De um jeito ou de outro, a prática permite que você observe seus pensamentos sem agir com base neles e ajuda a entender que você não é nenhum dos impulsos que tem ao decorrer do dia. A atenção plena aumenta a força de vontade de mudar a forma como você interage com os outros.

+ Como evitar as dores nas costas em tempos de home office? 

7)    Escute seu corpo

A medicina ayurvédica se baseia na capacidade que cada pessoa tem de entrar em sintonia com o próprio corpo para alinhar o relógio biológico ao ritmo circadiano natural. Se você não sabe como seu corpo se sente no decorrer do dia, é difícil descobrir o que e quando comer (e quando parar de comer) ou a necessidade de repouso ou de exercício. Ignore o que a mente diz sobre desejos momentâneos e escute o que seu corpo realmente precisa.

 

Continua após a publicidade
Publicidade