Clique e assine por apenas 7,90/mês

O amarguinho jiló ganha lugar de destaque nos bares cariocas

Desprezado por alguns, o ingrediente estrela receitas saborosas em cinco endereços

Por Carol Zappa - 16 fev 2018, 14h26

Jiló com linguiça (R$ 24,00): inventivo e saboroso Felipe Fittipaldi/Veja Rio

1928. O chef Cezar Cavaliere prepara releituras criativas de clássicos de boteco. Aqui, o ingrediente surge com delicioso recheio cremoso de linguiça fresca e torresminho crocante (R$ 24,00, três unidades). Rua Álvaro Ramos, 170, Botafogo, ☎ 3586-2511.

Santo Remédio. Uma das estrelas da casa, o santo jiló é cortado em finas fatias e empanado em queijo parmesão (R$ 32,50). A receita aparece também ao lado de moela com chutney de manga (R$ 42,50). Rua Uberaba, 63, Grajaú, ☎ 2238-9915.

Publicidade

Os Imortais. Hit local, os crocantes chips de jiló à milanesa (R$ 25,30) são escoltados por molho à escolha — como mostarda e mel e ketchup de goiabada. Novidade na casa, uma trilogia inclui, pelo mesmo valor, os chips e as versões à parmigiana e no alho com manteiga. Rua Ronald de Carvalho, 147, Copacabana, ☎ 3563-8959.

Os Imortais: chips de jiló à milanesa (R$ 25,30), em breve com novas versões Paula Giolito/Divulgação

Bar Madrid. A inventiva lista de tira-gostos traz o vegetal gratinado com camarão e molho de tomate (R$ 13,00) ou como recheio de pastel, misturado com linguiça mineira (R$ 7,00 a unidade). Rua Almirante Gavião, 11, loja G, Tijuca, ☎ 3594-8526.

Aconchego Carioca. A matriz, na Praça da Bandeira, vai para outro ponto na mesma rua, mas o jiló do claude (R$ 32,90), marinado em balsâmico com mel e boursin de cabra, é servido em toda a rede. Rua Rainha Guilhermina, 48, Leblon, ☎ 2294-2913.

Publicidade