Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O que provar no Escama, novo restaurante do chef Ricardo Lapeyre

Dedicado aos peixes e frutos do mar, o endereço, no Jardim Botânico, aposta na origem dos ingredientes, na informalidade e no custo-benefício das receitas

Por Carolina Barbosa Atualizado em 19 fev 2021, 09h16 - Publicado em 19 fev 2021, 06h00

A ideia surgiu após o chef carioca Ricardo Lapeyre constatar que, apesar de ser uma cidade litorânea, o Rio tem poucas cozinhas acessíveis dedicadas aos peixes e frutos do mar. Um ano depois, no último dia 6, ele abriu as portas do Escama. “Precisávamos de um lugar mais casual, capaz de acolher um público jovem e paladares mais exigentes. É algo entre o Rio e a Bretanha com influências mundiais”, define Lapeyre.

No casarão de dois andares, o comensal pode optar pelo pescado — as opções variam diariamente, de acordo com a disponibilidade — com guarnição, por valores a partir de R$ 65,00, ou experimentar um dos pratos fixos no menu. É o caso do arroz de polvo, com linguiça portuguesa, brócolis e tomatinhos (R$ 82,00; foto).

No 1º piso, uma cozinha aparente, defronte ao balcão, de oito lugares, marcha preparos crus, a exemplo do carpaccio de vieira com pipoca de quinoa e salicórnia — planta típica de regiões salinas (R$ 78,00). Dica para um final feliz, prove o mil-folhas de banoffee, com banana e doce de leite (R$ 32,00). Rua Visconde de Carandaí, 5, Jardim Botânico, ☎ 3042-3097 (60 lugares). 18h/23h (sáb. 12h/16h e 18h/23h; dom. 12h/16h; fecha seg.).

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade