Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

BBB: perfil contra Karol Conká ultrapassa o número de seguidores da rapper

Batizada de Rejeição da Karol, a conta no Instagram reúne mais de 1,6 milhão de pessoas. O perfil oficial da curitibana caiu para 1,2 milhão de seguidores

Por Luiza Maia 12 fev 2021, 17h50

Após tombar – no mau sentido – a própria imagem na internet após atitudes maléficas no BBB, Karol Conká (ou melhor, os administradores dos perfis da cantora nas redes sociais) têm mais uma dor de cabeça para lidar.

Um perfil criado no Instagram para mostrar a queda de Karol Conká já possui um número de seguidores maior que a conta oficial da artista. A página foi batizada de “Rejeição da Karol” e já tem mais de 1,6 milhão de seguidores.

+ Tombar custa caro: Karol Conká pode sofrer prejuízo de R$ 5 milhões

+ BBB: filho de Arlindo Cruz quer processar Nego Di por piada sobre o pai

Já o perfil oficial da cantora caiu para 1,2 milhão de seguidores devido a mutirões de unfollow nas redes sociais. Desde que o BBB começou, há menos de um mês, a curitibana perdeu 600 000 seguidores.

A equipe que administra as contas de Conká chegou até mesmo de ser acusada de comprar seguidores-robôs, já que há muitos perfis estrangeiros seguindo a cantora. No entanto, a assessoria da líder da semana no BBB negou as acusações.

+ Gregorio Duvivier alfineta Boninho, diretor do BBB: “Talvez esteja doente”

Na noite desta quinta (11), Karol venceu uma prova de sorte e se tornou a nova mandatária da casa, mobilizando mais uma vez a web. Seria nomeado como novo líder o participante que selecionasse por último a palavra “otimismo” na prova, justamente a escolhida pela cantora.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Usuários acusaram o programa de manipulação, devido à reação pouco expressiva da rapper com a vitória. Famosos como Marília Mendonça, Felipe Neto, Juliana Paes e alguns ex-BBBs também declararam indignação com o resultado.

+ Rainha das lives e do BBB: Teresa Cristina faz comentários afiados nas redes

Continua após a publicidade
Publicidade