Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novos ares: Miguel Falabella lança série de animação no YouTube

Atrizes como Marisa Orth, Stella Miranda e Alessandra Maestrini emprestam suas vozes para a bem-humorada Família Pharmaco

Por Marcela Capobianco 12 ago 2021, 14h00

Após quase quatro décadas de serviços prestados à TV Globo, Miguel Falabella lança mão da expressão da moda e “se reinventa” à frente de uma websérie de animação. O primeiro episódio de Família Pharmaco foi disponibilizado no YouTube nesta quarta (11).

+ Rock in Rio confirma edição em setembro de 2022 e anuncia Justin Bieber e Demi Lovato no Palco Mundo

Estão previstos 22 capítulos, criados e dirigidos por Falabella. O roteiro foi escrito a quatro mãos com Rosana Hermann e as animações foram criadas pela ilustradora Suppa.

Para gravar as vozes do atrapalhado clã, nada convencional, o ator e diretor convidou parceiras de longa data, a exemplo de Marisa Orth, que dubla Maribel Pharmaco, esposa do personagem principal, Agnaldo Pharmaco, voz de Falabella.

Stella Miranda, Cininha de Paula e Alessandra Maestrini – a eterna Bozena de Toma Lá Dá Cá – também emprestam suas vozes a tipos da série.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Na história, Maribel Pharmaco é uma dona de casa, mãe de 2 filhos, que adere a todos os procedimentos de beleza e dietas com os quais se depara. Agnaldo, o marido, trabalha em uma grande farmácia, responsável pelas promoções. Com o microfone em punho, ele utiliza todo o seu potencial para vender medicamentos e galantear as consumidoras. No entanto, o grande sonho do protagonista é ser locutor de rádio.

Felizardo Pharmaco (Adriano Tunes), filho do casal, de 13 anos, detesta o próprio nome e gosta de ser chamado de Félix. Ele tem vergonha do trabalho do pai e diz para todo mundo que Agnaldo é publicitário. Os anseios, dilemas e os momentos divertidos da família serão apresentados a cada quinze dias, pelo canal do YouTube da plataforma Desopila.

Personagens da animação Familia Pharmaco
Animação: “Criei até cabeça voando”, revela o ator e diretor à frente da empreitada ./Divulgação

+ Feira de São Cristóvão pode ser tombada como patrimônio histórico

“Eu adoro colocar famílias brasileiras em cena, principalmente as mais malucas e divertidas. Através do riso, essas famílias trazem alento para as dificuldades do cotidiano e ao mesmo tempo abordam temas importantes para a sociedade. O desenho animado ampliou meus horizontes criativos. São infinitas possibilidades de imaginação. Criei até uma cabeça que voa”, conta Falabella.

+ Mulheres preferem vinho tinto, aponta pesquisa

O projeto é patrocinado pela farmacêutica Hypera Pharma, que contratou Miguel Falabella como curador criativo no ano passado. A parceria entre marcas e criadores de conteúdo é, cada vez mais frequente, ainda mais em tempos de pandemia e desmonte da cultura, com drástica redução de recursos a produções audiovisuais.

Continua após a publicidade
Publicidade