Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Em novo trabalho, Caetano Veloso questiona o poder dos algoritmos

A canção Anjos Tronchos, a primeira do disco de inéditas que será lançado ainda este ano, chega às plataformas de streaming nesta quinta (16)

Por Marcela Capobianco Atualizado em 15 set 2021, 12h04 - Publicado em 15 set 2021, 12h03

Para alívio – e extrema ansiedade – dos fãs, Caetano Veloso vai disponibilizar, nesta quinta (16), às 21h, uma faixa do seu novo disco de inéditas nas plataformas de streaming.

De acordo com os teasers publicados pelo cantor e compositor nas redes sociais, a canção Anjos Tronchos questiona a hiperconectividade pós-moderna e a força dos algoritmos, que se baseiam nos gostos dos usuários de Instagram, TikTok, Twitter e afins para exibir postagens semelhantes e, assim, capturar a atenção de quem está navegando.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

“Quais são as prioridades dos algoritmos nas redes? Como eles nos enxergam? Nós o moldamos ou eles nos moldam?”, diz a legenda de um vídeo postado no Instagram de Caetano Veloso nesta terça (14).

As imagens mostram fatos sobre o artista baiano que viraram meme, a exemplo da célebre não-notícia “Caetano estaciona o carro no Leblon” e uma foto em que ele aparece trajando apenas uma cueca ao lado de Xanddy e Carla Perez.

+ Onde será obrigatório mostrar carteirinha de imunização

Em outra postagem, também publicada no Instagram, Caetano Veloso dá pistas das novidades que em breve pintam no streaming, misturando termos como “Vale do Silício”, “Miss Eilish”, “Anjos” e “Augusto de Campos” . A arte foi produzida através de inteligência artificial, onde 400 imagens do artista geraram um curioso resultado.

Continua após a publicidade

+ Rosa é a cor do verão do 2022

Feita a partir de um algoritmo que aprende o arranjo de pixels que corresponde a cada imagem e generaliza um caminho entre cada uma, a arte criou suas próprias fórmulas matemáticas que geraram as imagens animadas. Veja abaixo.

View this post on Instagram

A post shared by Caetano Veloso (@caetanoveloso)

+ Analice Gigliotti: o que está por trás da saída de Tiago Leifert da TV Globo

Ainda sem previsão de lançamento, o disco Meu Coco é o primeiro de inéditas desde 2012, quando Caetano lançou Abraçaço.

Com 12 músicas, o álbum foi gravado com o auxílio do baterista Marcelo Costa, do acordeonista Mestrinho e do multi-instrumentista Vinicius Cantuária.

Continua após a publicidade
Publicidade