Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Passaporte da vacina: onde será obrigatório apresentar o documento no Rio

Medida entrará em vigor nesta quarta (15). Confira a lista de espaços e saiba como emitir o certificado digital de vacinação

Por Luiza Maia 14 set 2021, 12h29

A partir desta quarta (15), a entrada em estabelecimentos e espaços de uso coletivo no Rio será obrigatória mediante a apresentação do comprovante da vacina contra a Covid-19. A norma entrará em vigor após o Tribunal de Justiça do Rio negar nesta segunda (13) um pedido de liminar que pedia sua revogação.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Sancionada em 27 de agosto pelo prefeito Eduardo Paes, a medida seria adotada a partir do dia 1º de setembro, mas foi adiada em razão de instabilidades na plataforma de comprovação virtual ConecteSUS.

O decreto determina que os cariocas devem apresentar o comprovante – seja o certificado de papel, a caderneta física ou digital – correspondente à primeira dose, segunda dose ou dose única, de acordo com o cronograma estipulado para cada idade e o prazo de imunização da segunda dose. 

+ Covid-19: Rio inicia aplicação da terceira dose. Confira o calendário

Será obrigatória a comprovação nos seguintes locais:

  • academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais;
  • vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos;
  • cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação;
  • atividades de entretenimento, exceto quando expressamente vedadas;
  • locais turísticos, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in.

A fiscalização e a adoção da medida será responsabilidade de cada estabelecimento. Os locais também receberão da prefeitura um calendário com as datas estipuladas das primeiras e segundas aplicações. Pessoas com doses em atraso terão a entrada impedida.

Continua após a publicidade

+ Nos EUA, Anitta faz história em premiação da MTV e clama por vacina

Cada espaço ainda deve manter também as medidas sanitárias de combate à Covid-19, como o distanciamento mínimo, limite a capacidade e uso obrigatório das máscaras, em vigor até o dia 20 de setembro.

Como emitir o comprovante digital

Para acessar o aplicativo ConecteSUS, o usuário deve primeiro cadastrar no site do governo federal, usando o próprio CPF e criando uma senha de acesso. A certificação da primeira, segunda ou dose única é emitida de forma automática após a pessoa ser vacinada. 

Foto mostra aplicativo do Connect SUS
ConecteSUS: comprovação fica disponível na aba “Vacinas” Connect SUS/Reprodução

O documento fica disponível na seção “Vacinas” do aplicativo/site e aparece ao clicar na opção “Carteira digital de vacinação”. No canto superior da página, há um botão que permite salvar o arquivo no celular como PDF.

+ UFRJ é eleita melhor universidade do Brasil em ranking internacional

Segundo o Ministério da Saúde, os dados do aplicativo são alimentados pelos próprios estados e municípios pela Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) e podem demorar até dez dias para serem atualizados.

Caso os dados ainda não estejam disponíveis após esse período, a pasta recomenda que o cidadão vá até o local de vacinação ou à secretaria estadual ou municipal de saúde da região para solicitar o envio das informações à rede.

Continua após a publicidade
Publicidade