Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Julia Golldenzon Por Julia Golldenzon, estilista carioca

Rosa é a cor do verão 2022

Depois de meses usando roupas de cores neutras e confortáveis, a tendência é apostar na tonalidade que traduz desejo, feminilidade e delicadeza

Por Julia Golldenzon Atualizado em 17 set 2021, 10h58 - Publicado em 15 set 2021, 09h35

Tendência da próxima estação, os variados tons de rosa, estão dominando as passarelas internacionais, as coleções de marcas cariocas e, sim!, o tapete vermelho. Este mês, Nova York e Veneza voltaram a ser palco de grandes eventos de gala, onde celebridades desfilaram looks elaborados e glamourosos. O rosa – do tom pink ao bebê – marcou presença. Depois de meses de pandemia usando roupas confortáveis de cores neutras, os estilistas captaram o desejo de feminilidade e delicadeza.

Retornando ao modelo presencial,  baile de gala do Museu Metropolitan, realizado nesta segunda-feira, em Nova York, também serviu de bússola de tendências e mostrou que o rosa é a cor do momento. A atriz Carey Mulligan escolheu o tom rosa chiclete no conjunto de  vestido tomara que caia e sobrecapa com inspiração nos anos 50. A modelo Lily Rose Depp, filha do ator Johnny Depp, deixou a barriga de fora com saia e top rosa claro com detalhes em preto da Chanel. Kate Hudson também deixou o abdômen à mostra com bustiê e saia longa acompanhado de um casaco de plumas que lembrava algodão doce – tudo rosa bebê – da Michael Kors. O look da atriz só não chamou mais atenção que o sobretudo longo também de plumas em degradê de rosa assinado por Alessandro Michele da Gucci, e usado pela tenista Serena Williams.

O rosa está tão em alta que a Dolce & Gabbana não apostou em apenas um tom, mas em vários na coleção de Alta Moda Verão 2022. Os vestidos, entre curtos e longos, traziam desde o pink quase neon aos mais escuros, quase vinho, passando por aplicações de flores na coloração mais suave, primaveril, eu diria.

Principal portal de pesquisa de tendências, o WGSN em parceria com a Coloro,  anunciou que o orchid flower (rosa vibrante) é a cor do ano de 2022 porque há intenção de trazer mais positividade e escapismo – após meses de incertezas e tristeza. A volta do rosa traduz um ar mais romântico, leve e jovem. Segundo o comunicado, este tom de magenta mais saturado é intenso e energizante e tem a qualidade de se destacar tanto na vida “real” quanto na “digital”. O comunicado do WGSN diz ainda que o rosa vibrante já está causando impacto em roupas esportivas e de ocasião, especialmente para mulheres, e isso vai ressoar na moda praia, na decoração e na beleza.

Nas coleções brasileiras, os tons de rosa já começam a chegar às araras este mês com força total. O rosa orquídea também aparece na minha coleção de verão em vestidos midi com modelagem mais ampla, confortáveis, versáteis e bastante femininos.  A Forum também apostou no rosa, em calças e tops cropped, para compor looks com peças neutras, e a Animale, que já havia colorido de rosa a coleção de inverno, continua investindo nos tons pink em vestidos curtos, calças mais soltas e shorts.

O pink é uma cor muito marcante na moda, especialmente depois que a estilista surrealista Elsa Schiaparelli criou o rosa-choque. O tom foi imortalizado pela criadora italiana com a embalagem do perfume Schoking, lançado em 1937. Schiaparelli acreditava que o cor de rosa era “brilhante, impossível, descarado, vistoso e cheio de vida, como se toda a luz, todos os pássaros e todos os peixes fossem um só”.  Concordam?

Continua após a publicidade
Publicidade