Mitsuba (Desde 2004)

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua São Francisco Xavier, 170 - - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa
Telefone: (21) 22641232(21) 21220274
Horário:
segunda-feira
12:00 - 00:00
terça-feira
12:00 - 00:00
quarta-feira
12:00 - 00:00
quinta-feira
12:00 - 00:00
sexta-feira
12:00 - 01:00
sábado
12:00 - 01:00
domingo
12:00 - 00:00
monetization_on

Faixa de preço

De R$101,00 a R$150,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Hipercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((21) 22640274), Lugares/Capacidade total (50), Levar vinhos (permite) (R$ 30,00)

Resenha por Fabio Codeço

Uma das melhores empreitadas do gênero na cidade, a casa de dois andares costuma ser prestigiada por chefs e membros da comunidade japonesa. O sushiman Eduardo Nakahara recorre a um leque grande de peixes e frutos do mar frescos em criações muitas vezes inéditas. As novidades são anunciadas em um quadro no salão. Entre as sugestões fixas, o hot filadélfia (R$ 36,00, seis unidades) ganha instigante versão com recheio de salmão empanado e kani, envolto por duas camadas de alga, com o arroz em segundo plano. Outros hits não estão sempre disponíveis, já que dependem do que o mar oferece. É o caso dos sushis de vôngole ao molho de ostra (R$ 36,00). Peixes pequenos e pouco valorizados em outras casas, como sardinha e manjubinha, são preparados crus, como sushis (R$ 13,00 a dupla) e sashimis (R$ 38,00, com dez). Quem nunca comeu baiacu ou pampo–amarelo pode experimentá–los em porções de dez fatias (R$ 41,00). A casa também tem um lámen para chamar de seu: feito de caldo de frango e porco, carne suína, verduras, brotos de feijão e kamaboko (massa de peixe prensada), ele custa R$ 39,00.

    Comer e beber

    • 2017 - Indicado

      Melhor Japonês Comer & Beber .

      Prestigiado por chefs e membros da comunidade japonesa, o sushiman Eduardo Nakahara procura fazer com que uma sorte grande de peixes e frutos do mar chegue à mesa em seu melhor momento. A partir da matéria-­prima sempre fresca, são sugeridos em um quadro pratos muitas vezes inéditos. Mesmo pedidas fixas, a exemplo das duplas de maguro uni (atum enrolado com ouriço) e de sushis de vôngole ao molho de ostra (R$ 36,00 cada pedido), nem sempre estão disponíveis. Peixes pequenos como sardinha, manjubinha e cavalinha são preparados crus, em forma de sushi (R$ 13,00 a dupla) e sashimi (R$ 38,00, dez fatias). Entre mais de quarenta opções, de baiacu (R$ 14,00) a mexilhões (R$ 15,00), há duplas de sushis para todos os gostos. O hot filadélfia (R$ 36,00, seis unidades) ganha versão instigante: o recheio é de salmão empanado com kani, envolto por duas camadas de alga, com o arroz em segundo plano. Entre as pedidas quentes, o kareerice é uma espécie de curry guarnecido de arroz japonês (R$ 40,00, simples; R$ 53,00, com filé, frango ou lombo à milanesa).

      Fabio Codeço

    • 2015 - Indicado

      Melhor Japonês Comer & Beber .

      Modesto, o endereço na Tijuca abriga uma das melhores cozinhas japonesas da cidade. O alto padrão na seleção de peixes e crustáceos, comprados diretamente de pescadores, permite experiências diferentes a cada visita — por vezes até no mesmo pedido. Fique atento ao quadro de sugestões fora do cardápio. Pelo menos uma quinzena de pescados e moluscos garante o preparo de peças especiais, como os sushis de vôngole ao molho de ostra, de lula gigante ou de salmão selvagem do Alasca, menos gordo que o de cativeiro (R$ 28,00 cada dupla). Peixes pequenos como sardinha, manjubinha e cavalinha podem ser preparados pelo sushiman Eduardo Nakahara marinados ou crus, em forma de sushi (R$ 11,00 a dupla) e sashimi (R$ 31,00, dez fatias). Uma alternativa atraente é o combinado do chef, com 25, cinquenta ou 75 peças (R$ 110,00, R$ 206,00 e R$ 285,00, respectivamente). O cliente pode montar sua própria seleção ou entregar a tarefa ao chef. Nesse esquema, podem aparecer ainda itens importados, como enguia, vieiras frescas, centolla e seis tipos de ova, como as de truta ou de peixe voador.

      Fábio Codeço

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s