Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Após “tapa” do prefeito, bar revida com rodízio de tapas

Para ajudar a atravessar esses tempos bicudos (com sorte), na Casa Porto o serviço de delivery dá direito a um kit patuá

Por Carolina Barbosa Atualizado em 5 mar 2021, 13h15 - Publicado em 5 mar 2021, 13h14

Com a limitação imposta pelo prefeito Eduardo Paes, nesta quinta (4), para tentar conter o avanço do novo coronavírus, bares e restaurantes só têm permissão para funcionar entre 6h e 17h, com 40% de ocupação. Em meio a protestos, a saída, mais uma vez, foi se reinventar.

+Projeto mostra como ficará a Cobal do Leblon após revitalização

Além do delivery, prática comum e intensificada neste meio no último ano, alguns estabelecimentos chamaram atenção pela criatividade nas propostas. É o caso da rede Venga! Aqueles que forem em uma das unidades até quinta (11) poderão pedir à vontade as apetitosas tapas a preço fixo.

Nas redes sociais, a marca postou: “Ilimitapas! Este decreto com medidas restritivas a nossa atividade foi um tapa na nossa cara. Revidaremos da mesma forma. Durante a semana que limitaram a nossa abertura somente para o almoço, nossas TAPAS serão ilimitadas.

+‘Quase lockdown’: Paes decreta novas restrições para o Rio; saiba quais

“A vocação do Venga é o período de “happy hour” e da noite, justamente o horário que o decreto não permite a abertura. A ação foi uma forma de nos adaptar a essa dura realidade que nos foi imposta subitamente e assim tentar minimizar o prejuízo, gerando ainda um acréscimo na gorjeta da nossa equipe”, explica o sócio Fernando Kaplan.

Continua após a publicidade
Venga!
Venga!: tapas à vontade, só não pode repetir o item Venga!/Divulgação

Da mesma forma, a aprazível e descontraída Casa Porto (sempre com ótimas sacadas), no Largo São Francisco da Prainha, apostou em um mimo aos clientes: aqueles que pedirem pratos e minutas no delivery próprio ganharão um kit patuá.

Fezinha da casa
Fezinha da casa: o kit patuá da Casa Porto Casa Porto/Divulgação

Com a palavra, o proprietário Raphael Vidal: “Estamos precisando de sorte pra atravessar esse período desgovernado em nosso país. Para ajudar, a Casa Porto vai distribuir gratuitamente durante os sete dias de decreto de fechamento às 17h, em todos os pedidos de prato do dia e minutas pelo nosso delivery independente, um kit patuá com a fezinha da casa: vela branca, figa, arruda e fitinha de São Jorge”.

Dois aperitivos: nesta sexta (5), o prato do dia, com sobremesa e bebida, sai por R$ 29,00. Neste sábado (6), a feijoada, com direito a doce, fica por R$ 35,00. Aos interessados (e o tempero vale muito a pena), é só pedir pelo http://www.casaporto.rio a partir de 11h.

Prato com farofa, arroz, feijão, carne
Casa Porto: pediu um prato do dia ou minuta ganhou o mimo Casa Porto/Divulgação

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade