Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Três restaurantes recém-surgidos na cena gastronômica carioca

No lugar do Vokos, o Sole é um restobar descontraído que foca a culinária contemporânea a partir dos sabores do litoral europeu

Por Carolina Barbosa Atualizado em 18 jan 2021, 09h35 - Publicado em 15 jan 2021, 06h00

Em um ano tão desafiador e convidativo às mudanças (por vezes compulsórias) como 2020, diversas empreitadas, ainda que em meio à crise, surgiram na cena gastronômica carioca. Dessa leva mais recente, o Tre Torri (Rua Professor Coutinho Fróis, Barra, ☎ 2494-2202) abriu as portas no endereço que abrigava a filial da Esplanada Grill. Trata-se de um italiano que elenca preparos como o ravióli de burrata e presunto de Parma com molho de tomate e manjericão (R$ 84,00).

+ Sabor do verão: seis deliciosas versões de tartare para os dias quentes

No mesmo bairro, o Amalfitana (Village Mall, 3º piso, ☎ 99416-1601) leva sua inspiração nas osterias da região da Campagna para o ponto anteriormente ocupado pelo Quadrifoglio. Receitas na brasa são alguns dos pontos altos, como o camarão VG com risoto de limão-siciliano (R$ 98,00).

+Hora do rodízio: três endereços de sotaque japonês lançam o farto serviço

+ Comes e bebes com vista: UM Gastronomia aporta na Ilha da Coroa

No lugar do Vokos, o recém-aberto Sole (Rua Dias Ferreira, 135, Leblon, ☎ 3205-6792) é um restobar descontraído, com varandinha em deque, que foca a culinária contemporânea a partir dos sabores do litoral europeu. Figuram por lá pratos como o polvo com fregola sarda (foto) — leia-se massa típica da Sardenha (R$ 69,00).

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade