Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Gero Fasano é o restaurateur do ano no Comer & Beber

Em uma dupla superação, o empresário reformulou os negócios cariocas mantendo o padrão de excelência na cozinha e no salão

Por Carolina Barbosa Atualizado em 25 out 2021, 12h06 - Publicado em 22 out 2021, 06h00

Gero Fasano faz o gênero incansável. Em meio a uma reviravolta na vida pessoal, que envolveu um duplo transplante de fígado em decorrência de uma cirrose hepática e, posteriormente, câncer, e ainda a pandemia, que chacoalhou todo o mercado, o restaurateur paulistano de 59 anos encontrou tempo e disposição para reformular toda a operação carioca. Por aqui desde 2002, quando fincou suas bases à beira-mar, trazendo atendimento de primeira e alto padrão gastronômico, Gero encerrou a aliança longeva com sócios locais, reassumiu as rédeas dos negócios com seu nome e redimensionou-os ao seu jeito.

Transferiu, em novembro do ano passado, o Gero para o térreo do luxuoso Hotel Fasano e, no mês seguinte, inaugurou o Gero Panini no endereço do antecessor, com ambiente descontraído, atmosfera jovial e cardápio dedicado a sanduíches e pizzas. No primogênito, a convidativa varanda a céu aberto, de onde se avista o mar, com mesas na calçada cercadas por vasos de plantas, é um deleite à parte.

Restaurateur do ano
Tomas Rangel/Divulgação

Tanto lá quanto o elegante salão, com paredes de tijolo aparente e mobiliário de madeira, são palco para o repertório do chef italiano Luigi Moressa. “O Gero é eclético, atende clientes dos 20 aos 80 anos, sem menu degustação, sem muita firula, com uma proposta um pouquinho mais solta e atual. É nessa direção que caminha a gastronomia mundial”, define o restaurateur, que após o primeiro transplante abandonou o nome de batismo, Rogério, e o trocou pelo apelido pelo qual é conhecido desde os 6 anos, com direito a nova certidão.

No estilo clássico, desfilam receitas preparadas com maestria, como o espaguete com frutos do mar (R$ 132,00), o ossobuco de vitelo assado ao molho de açafrão (R$ 140,00) e o fornido bolito misto (R$ 165,00), um cozido italiano com carnes e embutidos típicos que entra em cartaz no almoço de domingo. Tudo servido como manda a tradição, di certo. Gero. Avenida Vieira Souto, 80, Ipanema, ☎ 3202-4030 (136 lugares). 12h/15h e 19h/ 22h (sex. e sáb. almoço até 16h e jantar até 23h; dom. sem intervalo). ♿ http://www.fasano.com.br/gastronomia/gero-rio. Aberto em 2002. $$$$

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade