COMER & BEBER 2018/2019: Comidinhas – Pães

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Il Pane e Gelato Sardo: fornadas de pães quentinhos saem ao longo do dia

Il Pane e Gelato Sardo: fornadas de pães quentinhos saem ao longo do dia (Felipe Fittipaldi/Divulgação)

Il Pane e Gelato Sardo. O espaço, com serviços de padaria, confeitaria e gelateria, é empreitada dos donos da Casa do Sardo, concorrida cantina italiana na mesma rua. A vitrine dos sorvetes chama a atenção de quem passa em frente. Ficam à vista receitas típicas, de textura cremosa, como o gelado de pistache, e outras de sotaque brasileiro, como a versão de açaí. Os preços vão de R$ 9,50 (um sabor) a R$ 19,00 (quatro), na casquinha ou no copinho. Dica mais recente, o menu de tapiocas elenca onze sabores, a exemplo do pedido com mel, ricota e ameixa (R$ 12,50). Na ala dos sanduíches, o recheio de omelete com queijo de minas padrão ou prato (R$ 10,50) é sucesso como opção matinal, enquanto a ciabatta com presunto de Parma, tomate, alface e mussarela (R$ 15,00) continua sendo um hit para qualquer hora. Ao cair da noite, aumenta o interesse pelas pizzas, feitas com farinha importada da Itália e fermentadas por 48 horas antes de entrar no forno. A barbaricina (R$ 56,00), de mussarela, linguiça artesanal, funghi e grana padano, está entre as mais apreciadas. Sugestão doce, o cannolo siciliano (R$ 9,00) tem massa de cacau, café e canela envolvendo ricota de frutas cristalizadas.

La Bicyclette. A matriz do negócio, criado pelo casal formado pelo francês Henri Forcellino e pela carioca Ana Paula Gentil, convida a um café da manhã tranquilo. No Jardim Botânico, o espaço se estende por mesas na calçada, protegidas por ombrelones. Os qui-tutes, premiados no especial COMER & BEBER em 2014, também são encontrados em um quiosque na Galeria 566, no Leblon. Entre as fornadas mais procuradas estão as baguetes em estilo francês (R$ 8,00) e rústicas (R$ 9,90), além da ciabatta (R$ 5,50 a unidade). Boas pedidas para comer na hora são os croissants recheados de mussarela e presunto royale (R$ 16,00) e de banana com Nutella (15,00). Na seção de sanduíches, o place d’italie (R$ 27,00), de pastrami, mostarda de Dijon e rúcula, e o le marais (R$ 42,00), de salmão defumado, queijo brie e rúcula, podem ser montados em um dos pães da casa. Não dispense o bolo de banana com aveia (R$ 13,00 a fatia) para terminar.  

O Pão. Negócio artesanal, voltado para o serviço de assinaturas — os pacotes variam de R$ 68,00 a R$ 180,00 —, a padaria abrigou uma primeira experiência de venda avulsa, em uma bicicleta na porta da fábrica. A boa adesão levou os sócios Shelley de Botton e Lior Messer a transformar parte do espaço em uma pequena loja. Desde o início de maio de 2018, o ponto oferece fornadas de baguete (R$ 15,00), levain integral (R$ 18,00), de interior macio e casca crocante, e outras quinze variedades. Dica mais recente, o saboroso pão de fôrma feito com farinha de arroz, chia, linhaça e semente de girassol (R$ 18,00) não tem glúten, embora não seja indicado para celíacos, já que é produzido na mesma área dos demais. Ainda restrito a porções de pães de queijo (R$ 6,00, cinco unidades) e expresso (R$ 5,00), o cardápio de comidinhas deve ganhar novas sugestões, como sanduíches e pizzas de fermentação natural. 

Talho Capixaba. Em 2000, a casa foi uma das pioneiras em apostar na fermentação natural, estilo de panificação que resgata técnicas ancestrais, hoje bastante disseminada. Diariamente, 25 receitas são assadas, o que provoca fila nos horários de pico. Baguete au levain (R$ 5,30 a unidade) e pão preto terroir (R$ 4,80), com farinha de cevada e de centeio, são duas dicas. Outra é o imperdível pão de gorgonzola com nozes (R$ 64,90 o quilo). Aproveite a visita e prove por lá mesmo as ótimas empadinhas, em sabores como camarão e palmito (R$ 6,80 cada uma). Na ala doce, o mexicano, com massa de croissant, é recheado de creme e passas (R$ 6,90).

The Slow Bakery. Ela é bi. Foi escolhida a melhor da cidade, repetindo o feito do ano passado. Essa não é a única novidade: em breve, o negócio ganhará um posto avançado anexo à T.T. Burger de Ipanema. Serão vendidos por lá os excelentes pães de fermentação natural fabricados na matriz, em Botafogo — os sócios Rafael Brito e Ludmila Spindola calculam que a produção subirá de 4 para 6 toneladas por mês. Pão de azeitona (R$ 38,00, 800 gramas), focaccia (R$ 5,00, 100 gramas) e o leve filone di sêmola (R$ 32,50, 700 gramas) são algumas dicas entre as catorze variedades disponíveis. Carro-chefe, o rio sourdough (R$ 19,50, 500 gramas) é usado no preparo de tartines, como a da horta (vegetais frescos e homus; R$ 24,00), e acompanha sugestões servidas na casa, entre elas a panelinha de ovo (R$ 12,00). Massas de primeira dão origem a um delicioso cinnamon roll e ao joelho de queijo e presunto (R$ 10,00 cada pedido), oferecidos de quarta a sábado. Pedidas recentes, saborosas pizzas são assadas de terça a sexta. Das coberturas, não deixe de provar a de mussarela fior de latte, cebola-roxa e azeitona preta (R$ 13,00 a fatia). Em tempo: a filial não vai ter cardápio de comidinhas, venderá apenas os pães.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s