Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Mapa de Memórias: Rolé carioca cria ‘museu’ com vivências da cidade

Já são quase 300 depoimentos. Por ora, o local mais comentado no espaço colaborativo e virtual é o Centro, citado 36 vezes

Por Paula Autran Atualizado em 17 dez 2021, 09h51 - Publicado em 17 dez 2021, 06h00

Criado há nove anos para promover passeios guiados por roteiros históricos do Rio, o Rolé Carioca já levou mais de 24 000 pessoas às ruas (ainda que virtualmente, durante a pandemia), percorrendo 500 pontos de interesse.

+ Feira de inovação traz simulação de viagem em transporte ultrarrápido

+ Next stop, Rio: agenda de shows internacionais ganha impulso pós-pandemia 

“Agora é chegada a hora do caminho inverso: ouvir os relatos das pessoas para montar uma espécie de museu virtual colaborativo, com as vivências na cidade”, conta Isabel Seixas, idealizadora do Rolé. Ela se refere ao Mapa de Memórias, uma plataforma digital que reuniu até agora 256 depoimentos e pretende alcançar 300 em fevereiro.

+ Fundo patrimonial criado por ex-alunos capta 10 milhões de reais para UFRJ

Continua após a publicidade

Por ora, o local mais comentado é o Centro, citado 36 vezes, com destaques para ângulos da vida cultural e turística, como o Teatro Municipal (foto). Mas há espaço para todos os tipos de cantos nesse retrato polifônico. A Favela da Maré está presente com 22 recordações e Campo Grande, na Zona Oeste, com dezoito.

+ Após quatro anos de ausência, bandeiras do Brasil voltam à Princesa Isabel 

“Madureira é o meu coração que pulsa firme fora do peito” e “Sou feliz de morar entre as santas, Fátima e Teresa” são trechos pinçados no mapa, aberto a todos no site do projeto.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade