Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Aniversário do Cristo ganha trilha interpretada por grandes nomes – saiba quem participou

Reunindo mais de dez ícones da MPB, música foi composta por Moacyr Luz

Por Renata Magalhaes Atualizado em 28 set 2021, 13h40 - Publicado em 28 set 2021, 11h58

Zeca Pagodinho, Maria Rita, Diogo Nogueira, Mart’nália, Fagner, Paula Toller, Xande de Pilares, Fernanda Abreu, Padre Omar, Sandra de Sá, Jorge Aragão, Toni Garrido e Bruno Gouveia. Ufa! Este time de peso se reuniu para a festa de aniversário de um grande ícone carioca: o Cristo Redentor.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O principal cartão-postal da cidade completa 90 anos no próximo dia 12 e ganhou uma canção escrita por Moacyr Luz – que, claro, também solta sua voz junto com a turma de grandes nomes da MPB. “Em um momento em que o coração volta a bater de esperança, quando todos atravessamos tempos tão difíceis, é a música abençoando as relações e o amor entre pessoas”, afirma o compositor.

+ Após ser barrado no Cristo, Padre Omar recebe as chaves do santuário

Alma Carioca, Cristo Redentor já está disponível nas plataformas digitais e vem encantando mesmo quem não nasceu aqui, mas elegeu a capital fluminense como um grande amor. 

Continua após a publicidade

“Uma cidade de beleza rara / Braços abertos sobre a Guanabara / Pedra sabão, o coração Carrara / Que bate forte numa noite clara”, denunciam os primeiros versos embalados por Zeca Pagodinho, ícone de um dos mais brasileiros de todos os ritmos, convidando a celebrar o aniversariante.

+ Orgulho carioca: Rio terá a maior galeria de arte urbana a céu aberto da América Latina

Em seguida, é a vez de Diogo Nogueira dar continuidade ao desfile de talentos e sonoridades da MPB. E assim, a obra com direção musical de Max Pierre nos leva a um campo repleto de tabelinhas vocais dignas de Pelé e Garrincha: unindo o samba de Mart’nália e Jorge Aragão ao pop dançante de Fernanda Abreu, passando pelo rock nacional de Paula Toller e Bruno Gouveia, até o suingue de Sandra de Sá e Toni Garrido e a voz inconfundível de Fagner.

O clipe dirigido por Adriano Martini apresenta bastidores da gravação e imagens do monumento de tirar o fôlego.

+ MAR recebe 600 obras de arte para mostrar um Rio que não está nos livros de História

“Essa música traz todos os valores presentes em nossa cidade, além de tratar deste monumento que é símbolo do Brasil, comunicando fé e esperança não só para o nosso povo, mas para o mundo inteiro”, celebra padre Omar, reitor do santuário.

Continua após a publicidade

Publicidade