Clique e assine por apenas 3,90/mês
Publicidade

Tudo sobre curso de vinhos

Rio sozinho quando vejo notícias na mídia especializada sobre a “morte” da flûte como taça para o espumante. Isso é mais velho que as pirâmides do Egito.
O copo está para o amante dos vinhos assim como o piano para o pianista ou a raquete para o tenista.
O rótulo é nobre não apenas no nome. Com mais de 2 mil anos de história, é muito mais histórico que o menino Brunello di Montalcino
Não existe assunto mais dinâmico do que o passado. Documentos encontrados há poucos anos relatam novidades sobre o consumo de vinho do militar
Pesticidas, inundação, sapos, plantas carnívoras, água benta, caldo de camarão e... urina! As tentativas para exterminar a praga vinhal
Números mostram que o consumo cresceu significativamente, mas com mudança radical de canal de compra e de ocasião de consumo
Eu sempre digo que degustar é comparar, e no vinho experiencia é litragem. Eu digo a meus velhos amigos: “nos conhecemos há muitos e muitos litros”!
Os apreciadores da bebida podem desenvolver qualidades que são muito úteis para enfrentar o momento de pandemia
Degustar é bem mais que engolir. Eduque os sentidos e mergulhe nos prazeres do vinho
Um dos grandes ícones entre os vinhos italianos, feito com a Sangiovese, a casta mais plantada da velha bota. Veja meu ranking com 100 garrafas avaliadas
A Filoxera atacou os vinhedos de todo o mundo no século XIX e mudou a história do vinho. Podemos aprender olhando o passado
Rio Wine & Food Festival
Cidade, Comer & Beber, Programe-se

Rio, capital do vinho

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 31 jul 2018, 19h18 - Publicado em 31 jul 2018, 19h17
A cidade sedia, nos próximos dias, dois grandes eventos dedicados à bebida
Ministradas pelo consultor Paulo Nicolay, a série de três aulas inclui degustações
Publicidade