Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

A volta do Trem do Samba será celebrada em três palcos e 15 rodas em Oswaldo Cruz

Evento traz shows de Marquinhos de Oswaldo Cruz, organizador do evento, Samba do Trabalhador, Dudu Nobre, Leci Brandão, Tia Surica e Dorina, entre outros

Por Kamille Viola Atualizado em 30 nov 2021, 15h50 - Publicado em 30 nov 2021, 15h28

O Trem do Samba está de volta. No sábado (4), ele sai da Central do Brasil rumo a Oswaldo Cruz às 18h04, mesmo horário em que o bamba Paulo da Portela, fundador da Azul e Branca, seguia para o bairro com seus companheiros de samba, há mais 80 anos. Chegando lá, haverá três palcos e 15 rodas de samba, que começam às 18h, e trazem nomes como Marquinhos de Oswaldo Cruz, organizador do evento, Samba do Trabalhador, Dudu Nobre, Leci Brandão, Tia Surica e Dorina, entre outros.

+ Ney Matogrosso, Zeca Pagodinho e outros participam de encontros no Manouche

Este ano, o samba acontece em apenas um vagão. Por isso, será realizado um sorteio, na próxima quinta (2), para que cinco pessoas, com três acompanhantes cada, possam embarcar com os artistas. O resultado será publicado nas redes sociais do Trem do Samba Oficial. O público em geral pode seguir para o bairro pelos trens da grade regular de sábado. O valor da tarifa é de R$5,00.

+ Arte digital: jardim sensorial feito com animação é a nova atração do CCBB

Os palcos vão ficar na Praça Paulo da Portela, na Estrada do Portela, na rua Átila da Silveira e na rua João Vicente, em frente à estação Oswaldo Cruz. O evento foi criado em 1996 pelo cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz, em comemoração pelo Dia Nacional do Samba, 2 de dezembro. No ano passado, por causa da pandemia, o Trem do Samba foi celebrado com uma live transmitida da quadra da Portela.

+ Festival Novas Frequências apresenta 40 atrações gratuitas até 5 de dezembro

Continua após a publicidade

Programação completa:

Palco Praça Paula da Portela
As Matriarcas, Lazir, Pipa Brasey, VG Salgueiro, VG Vila Isabel, VG Império Serrano, VG Mangueira , VG Portela, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Tia Surica e Leci Brandão,

Palco Átila da Silveira
Moacyr Luz e O samba do trabalhador, Banda Criolice, Marina Iris, Ernesto Pires, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Osmar do Breque, Bia Aparecida, Dorina, Mauro Diniz, Didu Nogueira e Jorge Simas, Debinha Ramos, Noca da Portela, Zé Luiz do Império

Palco João Vicente
Dudu Nobre, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Banda Marcelinho Moreira, Tania Machado, Roberto Serrão, Chico Alves, Juninho Timbáu, Marquinhos Satã, Aldo Ribeiro, Gabrielzinho, Nina Rosa, Marquinho Diniz

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade