Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Ney Matogrosso, Zeca Pagodinho e outros participam de encontros no Manouche

Casa de shows intimista do Jardim Botânico reabre nesta quarta com evento de Zé Maurício Machline, com bate-papo e música

Por Kamille Viola 30 nov 2021, 13h52

Fechado desde março de 2020, por causa da pandemia, o Clube Manouche, que fica no subsolo da Casa Camolese, no Jardim Botânico, reabre as portas nesta quarta (1). O espaço intimista retoma as atividades com o projeto Por Acaso, de Zé Mauricio Machline, em que ele recebe nomes da música para bate-papo e shows. A estreia é com Fernanda Abreu e Lellê, às 21h.

+ Arte digital: jardim sensorial feito com animação é a nova atração do CCBB

Serão seis noites nesta nova temporada. Esta semana traz ainda Zeca Pagodinho, Xande de Pilares e Pretinho da Serrinha, na quinta (2), às 20h, e João Donato e Joyce Moreno (3), na sexta, às 21h — único dia que ainda tem ingressos disponíveis.

+ Festival Novas Frequências apresenta 40 atrações gratuitas até 5 de dezembro

Na semana que vem, as atrações são Ney Matogrosso e Zé Ibarra, na quarta (8), às 21h, Céu e Duda Beat na quinta (9), às 22h, e Erasmo Carlos e Wanderléa na sexta (10), às 21h. Vale ficar de olho nas próximas atrações, porque a casa está funcionando com 70% de sua capacidade, ou seja, 70 lugares.

Clube Manouche. Rua Jardim Botânico, 983. O horário varia a cada noite. Ingressos pelo manouche.byinti.com. R$ 70,00 (meia-entrada e ingresso solidário com 1kg de alimento ou um livro) e R$140,00. 18 anos.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade