Clique e assine por apenas 4,90/mês

Teatro on-line: sete peças para assistir sem sair de casa

Thiago Lacerda vai interpretar personagens de Shakespeare no domingo (26), enquanto o monólogo Riobaldo, com Gilson de Barros, ganha temporada

Por Marcela Capobianco - 21 jul 2020, 20h48

Apesar de, em alguns lugares do Brasil a flexibilização da pandemia estar bem avançada, os teatros seguem de portas e cortinas fechadas. Pelo menos  daquele modo tradicional, já que existem projetos de palcos cheios com plateias vazias e transmissão do espetáculo ao vivo, pela internet. Não importa o modelo: na ribalta ou em casa, o teatro on-line, veio para ficar. Confira abaixo as peças que podem ser assistidas nos próximo dias.

O Homem que Queria Ser Livro.

O Homem Que Queria Ser Livro: monólogo com Darson Ribeiro pode ser visto gratuitamente Eliana Souza/Divulgação

Escrita por Flavio de Souza, a peça, idealizada pelo ator Darson Ribeiro, propõe uma análise crua e real, mas também divertida e emocionante, sobre a influência que o livro tem na vida das pessoas. O enredo conta a trajetória de um homem que demorou para descobrir qual era sua missão na vida: fazer parte do grupo que mantém acesa a chama da sabedoria no mundo. A peça será encenada nesta quarta (22), às 21h30, pelas redes do Sesc SP.

+ Armazém Companhia de Teatro encena peça-jogo pela internet

Continua após a publicidade

Projeto B.

Projeto B: performance de Rodrigo Bolzan Nana Moraes/Divulgação

O ator Rodrigo Bolzan apresenta o monólogo Projeto B na sexta (24). Com dramaturgia e direção de Marcio Abreu, a peça apresenta um conjunto de diferentes ações, performances, imagens e pensamentos articulados entre si, que existem como proposta no presente. O discurso de um homem a partir de temas como política, igualdade, consumismo exacerbado, ética, e a ânsia por compreender e se comunicar. Novas tentativas, novos planos. O teatro como o lugar de onde saímos, para onde sempre retornamos, e para onde voltaremos, em breve. Onde se pode reprocessar sensibilidades e resgatar os sentidos. A sessão acontece às 21h30, pelas redes do Sesc SP.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Dois (Mundos). 

Continua após a publicidade
Dois (Mundos): experimentos cênicos em seis episódios Divulgação/Divulgação

O documentário cênico, com dramaturgia e direção de Felipe Vidal, inicia a trajetória pela internet na próxima sexta (24), ás 21h30, para exibições quinzenais ao vivo, pelo app Zoom. O primeiro episódio será aberto e transmitido gratuitamente pelo canal do YouTube do coletivo Complexo Duplo. A peça-espelho propõe um diálogo com o premiado documentário cênico Cabeça, de 2016, que teve como ponto de partida o disco Cabeça Dinossauro, dos Titãs, de 1986. Já Dois (Mundos) parte do álbum Dois, da Legião Urbana, também lançado em 1986. A peça é carta para o futuro e será dividida em dois atos. O primeiro é o que será visto nesta temporada via streaming. A segunda parte deve ser encenada num teatro físico, no ano que vem. Os ingressos dos demais episódios podem ser comprados através da plataforma Sympla.

A Dona da Pousada.

O texto do italiano Carlo Goldoni (1707-1793) ganhará leitura dramatizada com os atores Julia Carreira, como Mirandolina, e Nicola Siri, como Cavaleiro. A bela Mirandolina é a dona de uma conhecida pousada na próspera Florença do século XVIII.Hóspedes antigos da pousada, o Marquês de Forlipópoli e o Conde de Albafiorita disputam a atenção amorosa da proprietária, eis que chega de viagem o Cavaleiro de Ripafratta, um sujeito curioso. Num ambiente predominantemente masculino de uma aristocracia em decadência, a irreverente Mirandolina faz de tudo para manter sua posição, mesmo quando desafiada a tomar decisões sobre seu futuro. A realização é do Instituto Italiano de Cultura e a leitura será dirigida por Alessandra Vannucci.

+ Teatro on-line: experiências bem sucedidas apontam caminho

Continua após a publicidade

Riobaldo.

Riobaldo: Grande Sertão: Veredas é o ponto de partida para monólogo que ocupa a internet Renato Mangolin/Divulgação

Adaptação de Grande Sertão: Veredas, a montagem aborda as paixões e as relações amorosas do jagunço que se torna dono de terras. Ao rememorar Diadorim, Nhorinhá e Otacília, o protagonista reflete sobre Deus e o diabo e conclui: viver é muito perigoso. Amir Haddad assina a direção. Texto e atuação a cargo de Gilson de Barros (70 min). 16 anos. A reestreia on-line acontece no domingo (26), às 16h. Também haverá apresentações nos dia 2, 9 e 16 de agosto. Os ingressos – que podem ser adquiridos pelo site da Sympla – custam a partir de R$10 e há a possibilidade de fazer uma compra solidária, de até R$ 250.

+ Pós-Covid: prioridade dos jovens é voltar a frequentar cinemas

Quem Está Aí.

Continua após a publicidade

O ator Thiago Lacerda vai ocupar as redes do Sesc paulista com uma reunião de monólogos extraídos de Hamlet, Medida por Medida e Macbeth, de William Shakespeare. A direção é de Ron Daniels, especialista no autor britânico. A montagem fez sucesso no teatro e o ator transpôs para a internet os momentos em que Hamlet, Ângelo e Macbeth revelam-se a si mesmos e à plateia. A classificação indicativa é 14 anos. A exibição acontece no domingo (26), às 21h30, através das redes do Sesc SP.

Safe & Comfort.

Safe & Comfort: reflexões sobre vida e morte Divulgação/Divulgação

Em meio à pandemia, duas artistas procuram um modo de continuar trabalhando no isolamento. A situação desperta certas reflexões sobre a vida e a morte. em diferentes sentidos. No decorrer do espetáculo, outras personagens expõem dramas individuais e, ao mesmo tempo, coletivos, como a preocupação com a saúde mental, a necessidade de ressignificar as relações e o cotidiano, para não se entregar completamente à neurose. A peça será transmitida na segunda (27), às 20h, pelo aplicativo Zoom e, ao fim do espetáculo, acontece um bate-papo entre público e equipe. O link para assistir à performance é liberado 15 minutos antes do início do espetáculo no perfil do Instagram: @pandemicacoletivo.

Publicidade