Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Teatro Casa Grande completa 54 anos com programação on-line

Ator Pedro Paulo Rangel abre o projeto com apresentações do monólogo Sermão da Quarta-Feira de Cinza. Também estão previstos diversos debates sobre arte

Por Marcela Capobianco Atualizado em 24 ago 2020, 14h46 - Publicado em 24 ago 2020, 12h08

Prestes a completar 54 anos de fundação e ainda sem poder reabrir as portas, o Teatro Casa Grande, no Leblon, lançou uma programação 100% digital.

O projeto, batizado de Palco Casa Grande, começa nesta terça (25), dia do aniversário do teatro, com a reestreia do monólogo Sermão da Quarta-Feira de Cinza, com Pedro Paulo Rangel, às 20h. A primeira sessão será transmitida diretamente do palco no Leblon. A temporada, que vai até 18 de setembro, seguirá com apresentações da casa do ator.

+ Humoristas provam, em meio a tanto estresse, valor das boas risadas

O solo reúne trechos do espetáculo que é apresentado pelo ator desde 1994, com texto de Padre Antônio Vieira e direção de Moacir Chaves. A versão on-line, no entanto, tem direção do próprio Pedro Paulo Rangel. Em cena, ele discorre sobre a impermanência do ser humano, tentando convencer a plateia de que os homens vieram do pó e ao pó um dia retornarão.

Pedro Paulo Rangel: ator leva monólogo para plataformas digitais em projeto do Teatro Casa Grande Lucio Luna/Divulgação

+ Três exposições para conferir sem sair de casa

“Sempre me emociono com a sutileza, o alcance, a contemporaneidade do texto, que fala sobre a finitude e a vaidade humanas”, diz Rangel.

Os ingressos custam de R$ 25,00 a R$ 50,00 (o espectador escolhe o quanto vai desembolsar). Nas duas primeiras semanas da temporada, as sessões acontece aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 18h. Já na terceira e quarta semanas, há apresentações nas quintas e sextas, às 20h. Os bilhetes podem ser comprados através da Sympla.

Uma adaptação do livro Segredo de Justiça, da juíza Andréa Pachá está confirmada na programação, assim como projetos de Karen Coelho e Ivan Sugahara.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Além das peças, o Casa Grande prepara uma programação de conversas, transmitidas através do Facebook e canal do YouTube do teatro, resgatando a tradição dos históricos debates sediados no local.

Os convidados do projeto Casa Grande Debate serão recebidos pelo diretor artístico do teatro, Leonardo Haus. “Entendemos que é uma ação necessária, especialmente neste momento. É a nossa contribuição para que possamos dar voz, ouvir, participar e refletir sobre temas que costuram os nossos destinos, sejam eles no ambiente cultural ou em nossa vida em sociedade”, afirma Haus.

+ Rico acervo da Cinemateca do MAM vai para novo centro de conservação

A primeira ‘mesa redonda’ acontece nesta sexta (28), a partir das 19h. Com mediação do cineasta Silvio Tendler, a deputada federal Jandira Feghali, o deputado estadual Eliomar Coelho e o vereador Reimont vão discutir sobre arte, política e cultura.

Na semana seguinte, os encontros passam a acontecer às segundas. No dia 31 de agosto estão confirmadas as participações do deputado federal Marcelo Freixo e do antropólogo e cientista político Luiz Eduardo Soares, com mediaçãoda escritora Regina Zappa, para tratar dos movimentos antifascistas.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade