Continua após publicidade

Do orgulho nerd à arte da tatuagem, 11 novas exposições gratuitas no Rio

Ateliê Aberto Xadalu no MNBA, Pinacoteca Botânica na Anita Schwartz e Elvis Almeida na Silvia Cintra + Box4 são outras mostras que abrem na cidade

Por Kamille Viola
Atualizado em 23 Maio 2024, 19h21 - Publicado em 23 Maio 2024, 16h38

Ateliê Aberto Xadalu

O artista indígena Xadalu Tupã Jekupé realiza uma residência artística aberta ao público em uma das salas do museu e todo o trabalho que resultar da experiência será incorporado ao acervo do local. O artista gaúcho — que precisou atrasar sua vinda para o evento, previsto para a semana passada, por conta da tragédia climática em seu estado — pretende contar a história do seu povo do ponto de vista dele próprio. O evento é um espécie de prévia da reabertura do MNBA, que abrigará uma exposição individual do artista. No sábado (25), das 11h às 13h, acontece uma roda de conversa entre Xadalu, o artista Carlos Vergara e a curadora Sandra Benites, com mediação de Simone Bibian, do MNBA.

Museu Nacional de Belas Arte (MNBA). Avenida Rio Branco, 199, Centro. Quinta (23), sex. (24), ter. (28) e e qua. (29), 15 às 17h. Grátis.

Centro Cultural Correios

Com curadoria de Amanda Leite e Cota Azevedo, a mostra Tatuagem: Entrelinhas do Eu reúne trabalhos de 34 artistas selecionados por meio de chamada aberta realizada pela Plural, empresa de gestão cultural. As obras exploram o tema de forma literal ou metafórica, pensando na tatuagem como a pigmentação direta na pele, mas também como traços, cicatrizes e marcas do tempo. Já Até Onde Marca, de Mariana Katona apresenta tem curadoria de Francisco Camêlo e traz 21 trabalhos com técnicas variadas, a partir uma pesquisa sobre o corpo como instrumento de expressão artística.

Continua após a publicidade

Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro. Ter. a sáb., 12h/19h. Grátis. De 23 de maio a 6 de julho.

Entre Dormir e Acordar

A exposição de Laís Amaral integra o Programa Resenhas, do Galpão Bela Maré, que este ano tem como tema Transitar & Ocupar. A artista visual, que também é graduada em Serviço Social, realiza uma pesquisa contínua sobre os efeitos do colapso ambiental no mundo contemporâneo. A mostra pretende provocar reflexões sobre a humanidade e sua relação com o meio ambiente.

Galeria 5Bocas. Rua Dr. Alfredo Barcelos, 28, Olaria. Qui. a sáb., 13h/18h. Grátis. De 30 de maio a 1º de junho e e de 6 a 8 de junho.

Continua após a publicidade

Nonada ZN

A galeria abre duas novas mostras. O Burro Cansou, de Gerben Mulder, com curadoria de Luiz Zerbini e Paulo Azeco, é uma retrospectiva que reúne pinturas, desenhos e esculturas dos últimos vinte anos da produção do artista. O artista explora flores, figuras humanas e animais como pontos de partida para suas pinturas oníricas repletas de energia erótica. Já Xepa, de Nati Canto, com curadoria de Luisa Seipp, exibe doze esculturas, sendo dez criadas especialmente para a exposição, realizando uma ode ao absurdo. Bitucas de cigarros descartadas nas ruas, restos de frutas e legumes de feiras, entre outros, são alguns dos materiais ressignificados por ela em suas obras.

Rua Conde de Agrolongo, 677, Penha. Abertura: Sáb. (25), 13h/17h. Visitação: Qui. e sex., 12h/17h. Sáb. 11h/15h. Grátis. De 26 de maio a 10 de agosto.

Pinacoteca Botânica

A coletiva tem como obra central a grande pintura inédita Thanatos e Eros, de Yolanda Freyre (1940), em óleo sobre lona com quase 6 metros de largura, e 1,20 m de altura, transformando a galeria em uma pinacoteca  botânica. Além disso, compõem a mostra outros 27 trabalhos, alguns inéditos, que abordam a temática de variadas maneiras e em diferentes formatos, como pintura, escultura, desenho, fotografia e objeto. Ente eles, Abraham Palatnik, Afonso Tostes, Claudia Jaguaribe e Frans Krajcberg.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea. Seg. a sex., 10h/19h. Sáb., 12h/18h. Grátis. Até 22 de junho. 

Recorte de Sol Sobre Palco em Penumbra

A exposição de Elvis Almeida é composta por 16 pinturas inéditas que contemplam produção mais recente do pintor, surgidas a partir da observação da refração dos raios solares que invadiram a penumbra de seu ateliê, em Ramos, na Zona Norte, em meio a um calor intenso. O título é uma metáfora que relaciona o espaço a um palco de teatro, com as pinturas sendo a encenação de um ator (no caso, o artista visual).

Continua após a publicidade

Silvia Cintra + Box4. Rua das Acácias, 104, Gávea. Abertura: Qui. (23), 19h/22h. Visitação: Seg. a sex., 10h/19h. Sáb., 12h/16h. Grátis. De 24 de maio a 22 de junho. 

Sesc Orgulho Nerd 2024

Celebrando o Dia do Orgulho Nerd, 25 de maio, o evento é voltado para os fãs de quadrinhos, animação, games e novas tecnologias. A programação inclui uma exposição interativa onde os participantes vão aprender sobre a ciência, tecnologia e dinâmica dos board games, diferentes tipos de jogos de tabuleiro e RPG. 

Sesc Madureira II. Shopping dos Peixinhos. Avenida Ministro Edgard Romero, 81. Qui. (23) a sáb. (25), 8h/19h. Grátis.

Continua após a publicidade

Tkai Wamsrē, Wanõr Tê Dasiwawē: Barro, Nosso Parente Ancestral

A mostra apresenta a arte em barro da etnia indígena Xakriabá, do município de São João das Missões, na região norte do estado de Minas Gerais, no Vale do Rio São Francisco. Entre os trabalhos, estão as moringas com formato de animais do ceramista e professor indígena Nei Xakriabá, os bichinhos e bustos feitos por Dona Dalzira, as máscaras e bustos criados por Dona Zelina, e peças utilitárias de Dona Laura, Ivanir e Arlinda, como panelas, travessas, pratos, copos, xícaras e moringas.

Sala do Artista Popular. Centro Nacional de Folclore. Rua do Catete, 179. Abertura: Qui. (23), 17h. Visitação: Ter. a sex., 10h/18h. Sáb., dom. e fer., 13h/17h. Grátis. De 24 de maio a 28 de julho.

Vasos Condutores do Tempo

A obra da Ana Coutinho, feita em vitrais, convida o visitante a fazer parte da exposição, observando as pinturas refletidas nele próprio. A artista recomenda o uso de roupas claras e leves para uma melhor experiência visual. Além disso, ao longo do dia, as projeções vão mudando, de acordo com a incidência do sol. A instalação site specific (feita especialmente para o espaço) tem curadoria de Keyna Eleison.

Espaço Portinho. Avenida Rodrigues Alves, 135, 3º andar, Centro. Seg. a sáb., 10h30/14h. Grátis. De 23 de maio e 7 de junho.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.