Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Noites Cariocas volta ao Morro da Urca em 2022 com Ney, Iza e BaianaSystem

Shows vão acontecer entre 18 de março e 9 de abril. Ingressos começam a ser vendidos em novembro, mas preços não foram divulgados

Por Marcela Capobianco Atualizado em 9 set 2021, 18h16 - Publicado em 9 set 2021, 18h15

“Um injeção de adrenalina no Rio de Janeiro.” É assim que o empresário Luiz Calainho define a volta do Noites Cariocas.

O icônico projeto musical de shows no Morro da Urca foi criado por Nelson Motta em 1980, reunindo bandas recém-criadas, como Titãs e Paralamas do Sucesso, e retomado por Calainho e o sócio Alexandre Accioly entre 2004 e 2009. Essa segunda temporada contou com apresentações memoráveis de Rita Lee e Zeca Pagodinho, por exemplo.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Em março de 2022, o festival volta ao cartão-postal com energia total, marcando a retomada cultural do Rio no pós-pandemia.

+ Ícones da cultura iorubá ganham exposição no MAR

Os shows acontecem em quatro fins de semana, de 18 de março a 9 de abril.

Continua após a publicidade

Entre os artistas confirmados estão Ney Matogrosso, Capital Inicial, Iza, BaianaSystem e Anavitória.

+ A melhor forma de redescobrir o Rio? A pé, é claro

“Nos anos 80, o Noites Cariocas fez despontar o pop rock brasileiro, emocionando o público. Agora, nós vamos homenagear artistas que estão na estrada há muito tempo e dar espaço também à nova MPB”, conta Calainho. “Aquela pedra é muito poderosa, nunca senti tanta energia como nos shows da arena do Morro da Urca”, vibra o empresário.

Para abrir as noites e esquentar o público, serão apresentados pocket shows de espetáculos musicais de sucesso, como Renato Russo, Tim Maia e Cazuza.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A arena deve receber cerca de 2 300 pessoas por show. Calainho espera que os ingressos se esgotem rapidamente, assim como acontece com o Rock in Rio.

As vendas começam em 1º de novembro e os preços dos bilhetes ainda não foram divulgados.

Continua após a publicidade
Publicidade