Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Biblioteca Parque Estadual reabre ao público com visitas controladas

Os visitantes que desejam consultar o acervo e acompanhar as quatro exposições disponibilizadas devem fazer o agendamento on-line

Por Luiza Maia Atualizado em 9 mar 2021, 12h28 - Publicado em 9 mar 2021, 12h18

Biblioteca Parque Estadual, localizada no Centro do Rio, reabriu ao público nesta segunda (08) com visitação controlada. O espaço funciona das 10h às 16h e os visitantes só podem permanecer até duas horas no local. 

+ Dia da mulher: dez nomes do Rio ganham destaque em exposição virtual

Para consultar o acervo de mais de 100 000 livros ou agendar uma visita para as quatro exposições que a biblioteca disponibiliza, é necessário realizar um agendamento on-line através da plataforma Sympla. O acesso é gratuito, mas a entrada é permitida somente através da emissão do ingresso impresso ou eletrônico. Havendo disponibilidade, o visitante poder obtê-lo em um terminal eletrônico montado na entrada. 

+ Mostra no Museu do Amanhã traz reflexões sobre os impactos da Covid-19

As visitas devem seguir as medidas de prevenção à Covid-19, sendo obrigatório o uso de máscara no ambiente. O acesso será controlado por meio do uso de medidores de temperatura e de álcool em gel na entrada. “Temos uma demanda enorme de professores, pesquisadores e estudantes pela consulta aos livros e por isso estamos encarando o desafio de abrir a Biblioteca Parque, mesmo com toda a necessidade de prevenção.”, ressalta a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.

+ Covid-19: Instituto Moreira Salles ficará fechado até 19 de março

Continua após a publicidade

Além do acervo de livros, os visitantes terão acesso aos setores Sara CE – que disponibiliza um scanner leitor e digitalizador de imagens para leitores com dificuldade visual -, Espaço Mundo – com acesso a computadores para pesquisa – e Guanabarina, que abriga obras raras.

+ Primeiro festival de cinema LGBT do Rio realiza sessões on-line gratuitas

Quatro exposições estão em cartaz, entre elas, a Sertão Rio – Saberes do Nordeste, disponível até 26 de março. Nela, estão contidas mais de cem obras de arte popular que retratam a cultura do povo nordestino. Já o Projeto Neon – Makeup e Fotografia, do artista Auri Mota, estará exposto até o dia 2 de abril. A mostra expõe peças feitas a partir da fotografia dos efeitos da maquiagem fluorescente sobre os corpos humanos. 

A exposição Brasileiro Sou: Memórias Ruianas, realizada em parceria com a Fundação Casa de Rui Barbosa, é composta de 15 painéis impressos em PVC de 0,80 x 110,00 cm e apresenta um panorama da vida de Rui Barbosa, maior jurista brasileiro.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Também está aberta ao público a exposição Brazil Jeans, composta por um conjunto de manequins, masculinos e femininos, vestidos com figurinos de jeans reciclados. As roupas levam uma série de aplicações, que remetem a um cenário futurista e ao mesmo tempo de reciclagem e preocupação com o meio ambiente. A instalação permanece até 26 de março e marca a abertura Programação do MOVIRIO FESTIVAL.

Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1.261, Centro.
Horário: 10h às 16h

Continua após a publicidade
Publicidade