Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bailarina Ana Botafogo ganha biografia escrita pelo pai

O livro Ana Botafogo: Palco e Vida foi escrito a partir das memórias e das relíquias guardadas pelo médico Ernani Ernesto Fonseca

Por Marcela Capobianco 1 set 2021, 16h29

A maioria dos artistas, quando começa a carreira, conta apenas com pai e mãe na plateia. Alguns fazem o estilo “coruja”, que só tecem elogio ao trabalho dos filhos. Já outros se sentem no dever de criticar as performances de forma construtiva. Afinal, que pai não quer que o filho brilhe ainda mais?

+ O que Ana Beatriz Nogueira aprendeu com o teatro pela internet?

A bailarina Ana Botafogo, 64, principal nome da dança clássica carioca, é do tipo que pôde contar a vida toda com o olhar atento do pai, Ernani Ernesto Fonseca, 95, na fila do gargarejo.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

A admiração do médico cirurgião pelo ofício da filha se transformou no livro Ana Botafogo: Palco e Vida, que está sendo lançado esta semana.

Continua após a publicidade

Em quase 1 000 páginas, a obra esmiúça a carreira da bailarina, desde a descoberta da paixão pela dança até a consagração como primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio.

+ Ícones da cultura iorubá ganham exposição no MAR

O médico guardou recortes de jornais, publicações, folders e demais materiais relacionados ao trabalho da filha e, agora, conta os bastidores da carreira de Ana Botafogo.

+ Apostando em aulas on-line, Escola de Cinema Darcy Ribeiro leiloa móveis

Por meio de uma parceria com o Instituto Bees of Love, parte da venda da biografia será destinada à reforma da maternidade do Hospital Municipal Miguel Couto, na Zona Sul do Rio.

Continua após a publicidade

Publicidade