Clique e assine por apenas 4,90/mês

Naga

(Desde 2013)

Tipos de Restaurantes: Japoneses

Veja Rio:

Endereço: Avenida das Américas, 3900 - Shopping Village Mall - 3º piso - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ ver no mapa

Telefone: (21) 32522698

Site: http://www.nagayama.com.br

Horário:

segunda-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

terça-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

quarta-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

quinta-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

sexta-feira 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

sábado 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

domingo 12:00 - 16:00 - 19:00 - 00:00

Faixa de preço: R$250,00

Informações adicionais: Reservas, Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (150), Comida (couvert) (R$ 9,00) (1), Levar vinhos (permite) (R$ 100,00), Almoço executivo

(1)individual

Resenha por Fabio Codeço

oques de tradição, devidamente preservados, não ofuscam os momentos de ousadia no sofisticado endereço do grupo paulistano Nagayama — o ponto carioca, a propósito, é o maior da rede. O título na categoria consagra pela terceira vez a tarimbada equipe em ação no amplo salão de decoração sóbria. Premiados com louvor, esses profissionais preparam iguarias como o delicado sashimi de vieiras frescas da Ilha Grande (R$ 50,00). Do sushi-bar, domínio do chef Raul Ono, partem ainda enrolados pouco convencionais, como o pantanal, de salmão, centolla (caranguejo gigante), camarão, cebolinha e ovas de capelim envoltos em pepino (R$ 38,00, seis unidades). Às quintas, chegam remessas limitadas de blue fin, variedade mais nobre de atum, de textura delicada e sabor marcante. O peixe é servido em sugestões como o sushi de o-toro, carne rosada e mais gordurosa da barriga (R$ 100,00 a dupla). Da ala quente, prove o kakiague de milho verde doce, espécie de tempurá empanado em farinha especial japonesa (R$ 34,00). Outro trunfo local é a exclusiva carta de saquês, com mais de vinte rótulos garimpados pela especialista Yasmin Yonashiro. O potente e extrasseco Amabuki Chokarakuchi Junmai (R$ 290,00, 720 mililitros) é produzido com levedura de flores, o que garante seu aroma suave.

Preços checados em julho de 2018.

    oques de tradição, devidamente preservados, não ofuscam os momentos de ousadia no sofisticado endereço do grupo paulistano Nagayama — o ponto carioca, a propósito, é o maior da rede. O título na categoria consagra pela terceira vez a tarimbada equipe em ação no amplo salão de decoração sóbria. Premiados com louvor, esses profissionais preparam iguarias como o delicado sashimi de vieiras frescas da Ilha Grande (R$ 50,00). Do sushi-bar, domínio do chef Raul Ono, partem ainda enrolados pouco convencionais, como o pantanal, de salmão, centolla (caranguejo gigante), camarão, cebolinha e ovas de capelim envoltos em pepino (R$ 38,00, seis unidades). Às quintas, chegam remessas limitadas de blue fin, variedade mais nobre de atum, de textura delicada e sabor marcante. O peixe é servido em sugestões como o sushi de o-toro, carne rosada e mais gordurosa da barriga (R$ 100,00 a dupla). Da ala quente, prove o kakiague de milho verde doce, espécie de tempurá empanado em farinha especial japonesa (R$ 34,00). Outro trunfo local é a exclusiva carta de saquês, com mais de vinte rótulos garimpados pela especialista Yasmin Yonashiro. O potente e extrasseco Amabuki Chokarakuchi Junmai (R$ 290,00, 720 mililitros) é produzido com levedura de flores, o que garante seu aroma suave.

    Preços checados em julho de 2018.