Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Depois do Papai Noel virtual, shopping coloca Bom Velhinho em ‘vitrine’

No BarraShopping, ícone do Natal conversa com crianças através de um vidro. Rio Design espalhou esculturas do personagem pelo Leblon

Por Marcela Capobianco 24 nov 2020, 13h44

Manter o espírito natalino e os símbolos desta época do ano viraram um desafio para estabelecimentos comerciais em todo o mundo. Afinal de contas, o Bom Velhinho integra o grupo de risco da Covid-19.

Alguns shoppings adotaram o modelo virtual de interação das crianças com o simpático personagem.

No RioSul, por exemplo, o Papai Noel, instalado em Curitiba, aparece num telão montado no segundo andar, em diversas lives diárias, entre 13h e 21h. Também há a possibilidade fazer uma chamada de vídeo com o Bom Velhinho, mediante agendamento prévio.

Papai Noel mascarado: no RioSul, ele interage com as crianças através de lives transmitidas num telão RioSul/Divulgação

+ Aproveite as promoções do Menu Comer & Beber

O BarraShopping decidiu levar o Papai Noel em carne e osso para os estabelecimentos, mas as crianças só podem interagir com ele através de um vidro. No projeto Vitrines Mágicas, também há shows e performances de acrobatas, malabaristas, equilibristas e ilusionistas para encantar o público.

+ Viagens de carro em família viram tendência na pandemia

Continua após a publicidade

Por meio de um sistema de som e microfone, os pequenos podem conversar com o Papai Noel e garantir uma selfie com distanciamento, de terça a domingo, das 14h às 20h. O centro comercial também organiza uma ação de doação de brinquedos. A ideia é que o público leve um item novo e o deposite na Grande Árvore para que seja entregue às crianças assistidas pelo Instituto da Criança.

Vitrines Mágicas: no BarraShopping, o Bom Velhinho está protegido por um vidro Bruno Contrino/Divulgação

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Invasão de Papai Noéis no Leblon

Bom Velhinho atlético: Rio Design instalou esculturas do Papai Noel se exercitando e usando roupas leves no Rio Divulgação/Divulgação

Na falta da presença física do morador do Polo Norte, o Rio Design Leblon espalhou bonecos de quatro metros de altura pelo bairro. As esculturas retratam um Bom Velhinho tropicalizado, focado em viver uma vida mais leve, pedalar pela orla e até em fazer um treino na praia.

+ Fiocruz: 130 milhões de brasileiros podem ser vacinados em 2021

São três bonecos na rua – instalados na altura do Posto 11 e nas ruas Afrânio de Mello Franco e Ataulfo de Paiva. Outras nove esculturas estão dentro do shopping.

Papai Noel faz bico de Guarda Municipal: bonecos do Rio Design mostram personagem de férias da função oficial Divulgação/Divulgação

“A gente aqui brinca que, depois desse 2020, até o Papai Noel vai precisar de um dezembro de descanso. Então, ele resolve vir passar as férias no Rio. É essa a história que criamos para trazer alegria para a cidade. Pela primeira vez, a nossa decoração de Natal extrapolou os domínios do shopping”, atesta Henrique Baez, superintendente do Rio Design.

Continua após a publicidade
Publicidade