Clique e assine por apenas 4,90/mês

Três drinques de origem cubana e suas versões pela cidade

Saiba onde encontrar os clássicos mojito, cuba libre e daiquiri em suas receitas originais ou releituras

Por Carol Zappa - Atualizado em 2 jun 2017, 11h52 - Publicado em 10 dez 2016, 16h58

Cuba libre

Supostamente criada por soldados americanos nas guerras da independência cubana, no fim do século XIX, a combinação de rum e Coca-Cola com um toque de limão é um clássico da carta do Paris Bar, a R$ 21,00 (foto). A bebida  é servida também no  El Gordo a R$ 25,00.

Mojito Lobby Bar Grand Mercure
Mojito Lobby Bar Grand Mercure

Mojito

A refrescante mistura de rum, hortelã, açúcar e água tônica é servida a R$ 32,00 no Bar do Lobby (foto), no Grand Mercure Riocentro (☎ 2153-1800). No  Manifesto BCA, o spicy mojito (R$ 26,00) leva xarope de pimenta e bitter. Versão dos quiosques Riba no Leblon e na Barra, o carolina cross é feito com melancia (R$ 33,00). 

Daiquiri Astor
Daiquiri Astor

Daiquiri

Popularizado nos anos 30 pelo barman Constantino Ribalaigua no bar El Floridita, em Cuba, o drinque era o preferido de Ernest Hemingway. O escritor batiza o coquetel do Astor, feito de rum, grapefruit, limão e licor Maraschino (R$ 31,00). A versão original, com rum e limão, é servida por R$ 25,00 no Bar dos Descasados, no Hotel Santa Teresa. 

Publicidade