Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Medalha de ouro: Tasca Miúda vence no quesito melhor tasca da cidade

O endereço no Leblon é o destaque da fervilhante cena portuguesa na cidade

Por Carolina Barbosa Atualizado em 25 out 2021, 12h06 - Publicado em 22 out 2021, 06h00

De tempos em tempos, o Rio experimenta um modismo na seara boêmia. Se na última década os bares de tapas espanhóis e os izakayas (botecos japoneses) aportaram e prosperaram por aqui, agora é a vez das tascas portuguesas. Modestos, com comida descomplicada, petiscos e vinhos, esses estabelecimentos de raízes lusas, com certeza, inspiraram a abertura, em outubro de 2020, deste ponto, capitaneado pelos mesmos sócios de endereços bem-sucedidos como Pabu Izakaya, Ko Ba e Maria e o Boi. Charmoso e descontraído, o espaço conta com mesinhas na calçada sob varais iluminados, teto recoberto por parreiras artificiais no salão, azulejos, móveis coloniais e balcão de acepipes.

Bacalhau, conservas, tremoços e muito mais: a terrinha é aqui -
Bacalhau, conservas, tremoços e muito mais: a terrinha é aqui – Tomas Rangel/Veja Rio

De lá saem conservas, servidas em louça azul e branca, como tremoços marinados (R$ 13,00), vinagrete de frutos do mar (R$ 34,00, 100 gramas) e punheta de bacalhau (R$ 37,00, 100 gramas). A cozinha aparente prepara ainda sardinhas fritas (R$ 26,00), alheiras ao murro com ovo estrelado (R$ 34,00) — não deixe de provar — e a bochecha de porco com cogumelos (R$ 38,00), que se desmancha na boca. O refrescante portônico (R$ 29,00), mistura de vinho do Porto branco e bitters de laranja e tônica, proporciona uma viagem completa pelos sabores da terrinha. Rua Humberto de Campos, 827, loja B, Leblon, ☎ 3518-0810 (64 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. até 22). http://www.tascamiuda.com.br. Aberto em 2020. Peça no ifood gourmet

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade