Clique e assine por apenas 3,90/mês

Didier e Maria e o Boi são os novos Bib Gourmand do Guia Michelin

Os dois endereços debutam na categoria que elege os melhores lugares com relação entre preço e qualidade na edição brasileira de 2020 da publicação

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 25 set 2020, 20h37 - Publicado em 25 set 2020, 12h21

Com exibição dos restaurantes estrelados nesta sexta (25), a partir das 18h30, o Guia Michelin acaba de revelar nesta manhã os dez novos integrantes do bib gourmand da edição 2020 brasileira da publicação francesa. Para quem não sabe, a categoria elege os restaurantes que se destacam por oferecer ótima relação entre qualidade e preço. Em solo carioca são dois novos: Didier e Maria e o Boi juntam-se ao time formado por Artigiano, Lilia, Miam Miam e Pici Trattoria.

+Guia Michelin 2020: Oteque conquista sua segunda estrela na publicação

“É uma realização e grande honra fazer parte do Guia Michelin, principalmente pelo fato de poder ver os frutos do esforço que é o dia a dia da nossa equipe trazendo resultados tão consistentes”, diz Luiz Santos “Petit”, sócio e chef do Maria e o Boi, que serve cortes de carnes nobres, além de hits como o baião de dois (boião) e o parmigiana com purê queijudo.

+Guia Michelin revela vencedores do Rio em transmissão aberta ao público nesta sexta (25)

Maria e o Boi: novo integrante da categoria do Guia Michelin Tomás Rangel/Divulgação

“A gastronomia tem sido um dos setores mais impactados pela pandemia e a nova seleção Bib Gourmand no Brasil é uma boa notícia neste momento, quando precisamos, mais do que nunca, apoiar o segmento e estimular as pessoas a redescobrirem, com segurança, o prazer de irem aos restaurantes. Esta seleção mostra o alto potencial das duas cidades em oferecer uma cozinha criativa e de qualidade, a preços mais acessíveis”, afirma Gwendal Poullennec, diretor internacional do guia.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Didier: estreia na categoria também Tomás Rangel/Divulgação

Aberto há dois anos no Jardim Botânico, coladinho à Lagoa , o bistrô é o primeiro restaurante autoral de Didier Labbé na cidade, gerenciado por ele e sua esposa, Ana Virgínia Lopes, cujo cardápio destaca clássicos como o linguado com purê de batata baroa, o moules et frites e o magret de pato.

“É uma luta desde o primeiro dia, sempre com muito amor. Somos uma família e esse reconhecimento é uma alegria que vamos compartilhar com todos do time. Nesse momento tão difícil que estamos enfrentando com a pandemia, entrar no Guia Michelin tem um significado ainda maior, um gás a mais para nunca esquecermos o que importa: servir comida gostosa e feita com carinho”, conta o chef Didier, que, antes de inaugurar seu estabelecimento, em 2018, foi chef executivo do grupo Troisgros Brasil por uma década.

O chef francês, inclusive, já tinha recebido o Bib Gourmand internacional quando chefiava o restaurante Clémentine, entre 2005 e 2008, em São Francisco, nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade
Publicidade