Clique e assine por apenas 4,90/mês

Crítica: À frente do Sult, Thiago Flores esbanja versatilidade

Com cardápio inédito toda semana e preços atraentes, o restaurante torna-se uma opção acolhedora em Botafogo

Por Fernanda Thedim - Atualizado em 9 mar 2020, 10h38 - Publicado em 6 mar 2020, 12h00

Criar um cardápio inédito toda semana não é uma tarefa simples. Exige imaginação e versatilidade, competências que Thiago Flores tem esbanjado à frente do novo Sult, inaugurado em Botafogo. Com passagens pelo El Celler de Can Roca, na Espanha, e pelo Mirazur, na França, dois dos melhores restaurantes do mundo, cada um com três estrelas Michelin, o chef agora dá expediente em uma cozinha aberta, no fundo do salão, vista de todo o restaurante. O local, aliás, é puro charme, moderninho e acolhedor ao mesmo tempo, com mesas bem próximas umas às outras, no estilo das trattorias italianas, a especialidade da casa.

Por ganhar novidades frequentes, de acordo com a sazonalidade dos ingredientes, o menu é sucinto: são cinco opções de entrada e mais cinco de principais. O cogumelo cacio e pepe (R$ 37,00) vem grelhado com uma pimentinha por cima de creme de queijo pecorino; já a burrata (R$ 37,00) ganha a companhia de tomatinhos assados, pangrattato nero (crocante de pão com azeitona preta) e azeite de manjericão. No dia da visita, o destaque do curso principal ficou com o olho-de­cão grelhado (R$ 58,00), que trouxe o pescado de sabor suave e textura tenra cozido à perfeição. Para acompanhá-lo, um delicado purê de abóbora com rodelinhas de cenoura ao dente dispostas no formato de escama. Os preços são mais um atrativo da casa: nenhum prato passava dos R$ 58,00, já os vinhos começam nos R$ 100,00, com taças a partir de R$ 20,00. Rua Fernandes Guimarães, 77, Botafogo, ☎ 3486-6777. 19h30/23h30 (fecha dom. e seg.). 

Sult: salão acolhedor Tomás Rangel/Veja Rio
Publicidade