Clique e assine por apenas 4,90/mês

COMER & BEBER 2017/2018: sorvetes – Comidinhas

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 28 jul 2017, 19h09 - Publicado em 28 jul 2017, 18h47

A edição especial VEJA COMER & BEBER Rio reúne 140 endereços de comidinhas. Abaixo, a seleção dos melhores lugares para comer excelentes sorvetes.

Amarena: Inspirado pelas gelaterias da região italiana da Calábria, Francesco Masello trouxe um pouco de sua tradição familiar para o Brasil. Descendente de sorveteiros e confeiteiros daquele país, ele toca o negócio com o pai, Mario, e usa ingredientes importados. As vitrines da marca pioneira exibem mais de trinta sabores diariamente, entre clássicos italianos, a exemplo de pino pinguino (nata com Nutella), tiramisu e ferrero (chocolate com avelã), e coisas nossas, como manga, tapioca e café. Maior hit, o sorvete com o nome da marca leva nata e cerejas. No copinho são três tamanhos: pequeno (R$ 10,00) e médio (R$ 13,00), com até duas bolas cada um, e o grande (R$ 15,00), que comporta três sabores. Há ainda uma linha sem açúcar, chamada de zero, com opções como morango, pistache, canela e banana. Um sabor na casquinha custa R$ 10,00, e dois, R$ 13,00. Para viagem, há embalagens de 700 mililitros (R$ 45,00) e de 1,3 litro (R$ 75,00).

Bacio di Latte_fiat 500
Baccio di Late também conta com lojas móveis Divulgação

Bacio di Latte: Depois de abrir em São Paulo, em 2011, provocando longas filas de espera, a marca chegou ao Rio, onde, hoje, ficam onze dos seus sessenta pontos de venda brasileiros. As vitrines exibem opções que impressionam pelo aspecto cremoso, a exemplo das receitas com cacau de origem nobre, como São Tomé e Príncipe e Costa do Marfim. O tamanho do copo varia, cotado a R$ 11,75 (o pequeno), R$ 13,75 (o médio), R$ 16,75 (o grande) e R$ 25,00 (massimo). Entre as pedidas mais procuradas está o gelado com o nome da casa, feito com leite integral fresco e creme de leite, além dos sabores de nocciola (avelã), cremino (creme com gianduia), doce de leite, pistache, coco, fragola (morango) e flocos com chocolate belga. Para levar, há recipientes de 500 gramas (R$ 48,00) ou 1 quilo (R$ 79,00). Também valem a visita os bolos e tortas de recheios apetitosos, à venda somente nas lojas.

+ Clique e veja onde degustar um belo café

Continua após a publicidade

Ben & Jerry’s: Em 1978, nos Estados Unidos, os amigos Ben Cohen e Jerry Greenfield criaram o negócio, depois de fazer um curso por correspondência sobre fabricação de sorvetes. O sucesso da marca deve-se à doçura sem limites das sugestões, mas também a detalhes curiosos, como as geladeiras enfeitadas por desenhos infantis de fazendas, onde se guardam os gelados. Hoje difundidos — estão à venda em padarias e até em bancas de jornal —, os sabores têm loja própria no BarraShop­ping. Chocolate fudge brownie (chocolate com pedaços de bolo) e triple caramel chunk (caramelo com calda de caramelo e flocos de chocolate recheados, sim, de mais caramelo), os hits, dividem espaço com o cone sweet cone (sorvete de baunilha com pedaços de biscoito wafer cobertos de chocolate e calda de caramelo). Ainda mais doce, o cotton candy é um sorvete de algodão-doce com confeitos de açúcar. Os copinhos fechados, individuais e grandes, variam de acordo com o ponto de venda, mas na loja é possível provar os gelados por R$ 12,00 (uma bola), R$ 18,00 (duas bolas) ou R$ 24,00 (três bolas).

Freddo: Fundada em Buenos Aires há quase meio século, a rede é uma atração turística por lá. No Rio, marca presença em oito quiosques, com produção importada do país vizinho. Os cerca de quarenta sabores, produzidos sob a supervisão do mesmo mestre-sorveteiro há três décadas, dispensam bases industrializadas, flavorizantes, conservantes e gordura vegetal. Entre os queridinhos estão o doce de leite argentino clássico e suas variações, a exemplo do tentação (com o doce em pasta misturado ao gelado) e do pedido acrescido de pedaços de brownie de chocolate. Também são muito procurados os gelados de menta granizado e de mascarpone com frutas vermelhas, além dos tipos com chocolate. O preço do copo varia de R$ 12,90 (o pequeno) a R$ 22,90 (o grande) e a casquinha (ou cucurucho, como a chamam os hermanos) sai por R$ 17,50, opção que comporta dois sabores. Completam o menu sorvete batido (R$ 21,90), sundae (R$ 15,50) e os cubanitos (R$ 12,90), casquinhas recheadas de sorvete com chocolate nas pontas. Em tempo: os preços podem variar de acordo com a unidade visitada.

+ Confira onde comer os melhores brownies e brigadeiros no Rio

Leo — L’Arte del Gelato Italiano: Fica em Copacabana, na quadra da praia, a única representante carioca da premiada rede italiana de sorveterias com matriz em Roma. O ambiente pequeno, mas aconchegante, tem balcão voltado para a rua e três bancos altos, sofá amarelo de design retrô e mesa com cadeiras de assento azul. Nesse cenário, os clientes saboreiam receitas do mestre‑sorveteiro italiano Mario Serani, premiado no concurso internacional Gelato World Tour. Algumas dicas: nozes com chocolate belga, pistache com chocolate branco e cheesecake. Também há pedidas com frutas naturais, como maçã verde, cupuaçu e banana. No copo, os preços variam de R$ 10,00 (o pequeno, com dois sabores) a R$ 17,00 (o grande, com três). Também são oferecidas alternativas geladas, a exemplo dos picolés cremosos (R$ 6,00 a R$ 8,00) e do sorvete no palito (R$ 10,00), coberto de chocolate ou doce de leite. O clássico brownie com sorvete (R$ 18,00) pode acompanhar o expresso Illy (R$ 4,50).

Continua após a publicidade

Mil Frutas: Premiada em doze edições do COMER & BEBER, a marca criada pela carioca Renata Saboya hoje é administrada por suas filhas Paula e Juliana. Aromatizantes e corantes passam longe do preparo dos mais de 250 sabores. Sorvetes cremosos e sorbets com pouco açúcar e nada de leite nem de ovos ganham versões como manga, pitanga, jabuticaba e coco verde, além daquelas típicas do Norte: sapoti, taperebá e seriguela, entre outras. Clássicos, como pistache e chocolate com avelã, aparecem ao lado da bem-sucedida linha de mesclados, que reúne combinações como goiabada com queijo e ousadias do naipe de figo verde com mascarpone ou mel com nozes. O copinho com uma bola custa R$ 14,00 e, com duas, R$ 23,00. Há ainda o trio de bolas em tamanho míni (R$ 23,00) e o copão para compartilhar (R$ 45,00, 490 mililitros).

Momo: Aberta no Leblon, a matriz surfou na onda carioca das sorveterias artesanais inspiradas em gelaterias italianas. Deu certo. O negócio chegou ao Shopping da Gávea e, desde 2016, ocupa uma linda loja de 180 metros quadrados no Copacabana Palace, com varanda enfeitada com sofás e ombrelones, além de vista para a praia. De textura cremosa, as sugestões locais desbancaram duas notórias campeãs desta categoria, a Vero Gelato Pizza & Café e a Mil Frutas, que disputaram a preferência do júri praticamente sozinhas nos últimos catorze anos — a segunda casa venceu todas entre 2003 e 2012. Duas apetitosas invenções do Momo Gelato são o momocookies, mescla de diferentes texturas que reúne base de fior di latte (nata), cookies, gotas de chocolate belga e brigadeiro caseiro; e o iogurte grego com mel, amêndoas torradas e damasco, preparo de delicioso contraste entre acidez e doçura. A ala das frutas inclui morango, manga (disponível o ano todo) e abacate (vendido entre abril e junho). Os pedidos custam R$ 15,00, no copo menor ou no cone. Para quem não teme calorias, o cono gourmet (R$ 18,00 ou R$ 21,00, dependendo do sabor), uma casquinha de biscoito, ganha dose de chocolate belga cremoso antes do sorvete. Fica bem bom.

roteiro-comidinhas-02-abre-officinadelgelato.jpg
Sorvetes do Officina del Gelato Redação Veja rio/Veja Rio

Officina del Gelato: A matriz do negócio criado pelo italiano Roberto Falleti, em Copacabana, ganhou novos piso e pintura. Seus gelados de textura aveludada tiveram os preços reduzidos, em relação ao último COMER & BEBER. O valor dos copinhos pequeno e médio caiu 3 reais: eles saem hoje por R$ 10,00 e R$ 13,00, respectivamente. O do grande (R$ 17,00) e o do extragrande (R$ 22,00) tiveram um abatimento de 2 reais. Outra boa-nova é que a casquinha passou a ser feita na casa (R$ 14,00 a média, com um sabor; R$ 16,00 a grande, com dois sabores) e pode levar uma dose de Nutella. Das mais de quarenta opções, destacam-se o crema del príncipe (base de creme de ovos, baunilha e infusão de canela, raspas de limão e laranja), além de caramelo com sal, ricota com figos, stracciatella (baunilha com lascas de chocolate amargo belga) e zabaione.

+ Saiba quais são as melhores casas regionais do Rio

Continua após a publicidade

4D Gelateria Italiana: A rede internacional mantém três unidades na cidade, na Barra e em Campo Grande. Cremosos como musses, os gelados são feitos com matéria-prima trazida da Itália, além de ter quantidades reduzidas de açúcares e gorduras. Quarenta sabores fixos revezam-se nas vitrines. Delícias com base de leite desnatado, como tapioca, chocochips, pistache, café e amarena, são um sucesso, assim como a linha diet, que traz, entre outras pedidas, milho, chocolate e limão-siciliano. O valor é o mesmo para copinhos (R$ 11,00, um sabor; R$ 15,00, dois sabores; R$ 19,00, três sabores) e casquinhas com até duas bolas por vez. Dica para viagem, o pote de 700 mililitros custa R$ 40,00.

Sorvete Brasil: Carioca da gema, a marca tem cinco unidades próprias na cidade e fornece seus produtos para diversos restaurantes. Gordura hidrogenada não tem vez nas sessenta receitas. Pedidas como frutas vermelhas, creme de limão, iogurte com morango, chocolate trufado com amêndoas, café com brownie e mirtilo (R$ 12,00, uma bola; R$ 20,00, duas bolas; R$ 32,00, três bolas, no copo ou na casquinha) estão entre as mais procuradas. Dica de inverno, o copinho de figo com nozes tem preço diferenciado, R$ 14,00, com uma bola, e R$ 24,00, com duas. Para levar, escolha entre o recipiente de 490 mililitros (R$ 42,00) e o de 1 litro (R$ 70,00). Curiosidade: a marca nasceu da sociedade entre Ana Fernandes e o ex-funcionário do Sanduka Severino Aragão, responsável por fazer na lanchonete da família de Ana, no Humaitá, deliciosos gelados, na época conhecidos como “sorvetes do Sanduka”.

Sorvete Itália de palha italiana: no Itália Filico

Sorvete Itália: Entre a pequena fábrica original na galeria do Bar Vinte, em Ipanema, e a produção atual, de 200 000 litros por mês, a rede cresceu sem perder a qualidade. São 24 os pontos de venda na cidade. A loja mais antiga em funcionamento, na Avenida Henrique Dumont, tem dezessete anos. Uma clientela fiel procura sorvetes cremosos de frutas, a exemplo de banana caramelada, manga (com ou sem gengibre) e tangerina, ao custo de R$ 8,50 a bola. Entre as sugestões sazonais, destacam-se os sabores torta de limão e doce de leite com torta alemã (R$ 9,50 a bola). Para os amantes de picolés, os de morango, uva, maracujá e manga no palito são escolhas certeiras. Em tempo: os preços valem para as lojas de rua. Unidades em shoppings têm valores mais elevados.

+ Confira as melhores hamburguerias do Rio

Continua após a publicidade

Venchi: Instalada no Leblon, a primeira unidade da marca italiana no continente americano fechou as portas em 2017. A loja de Ipanema será o ponto de partida para a expansão programada em forma de quiosques, a princípio no Shopping Leblon, no Botafogo Praia Shopping e no Galeão. Sediado em Turim, o negócio surgiu em 1878, tendo os chocolates como forte, mas por aqui encanta mesmo pelos sorvetes cremosos, sem aditivos químicos nem gordura hidrogenada, preparados diariamente com matéria-prima trazida de sua terra natal. O clássico cremino (com pasta de avelã e cobertura de chocolate), carro-chefe, ainda é feito a partir da cartilha original. Pistache, amora, framboesa, manga, maracujá e a linha de gelados com chocolate, incluindo o de brigadeiro e o sorbet de cacau amazônico, estão na lista dos mais vendidos. As opções no freezer ganham quatro tamanhos, a preços que vão de R$ 13,00 (baby, 100 gramas) a R$ 19,00 (mega, 210 gramas). Chocolate (em barra, drágeas e bombons), frappé, café, crepe e brownie completam o menu de guloseimas.

vero-gelato-e-cafe_chocolate-amma-manga-e-pistache_foto-rodrigo-azevedo-1.jpeg
Vero: um dos melhores do Rio Rodrigo Azevedo/Divulgação/Divulgação

Vero Gelato Pizza & Café: Premiada em três edições do COMER & BEBER, a marca transferiu a matriz para uma loja maior. Andrea Panzachi, o dono, rebatizou o negócio como Vero Gelato Pizza & Café. Além dos premiados sorvetes, passou a oferecer pizza al taglio (em fatias). Em massa feita com três farinhas italianas, são servidas coberturas como linguiça com cebola-roxa e tomilho (R$ 15,00) e a clássica margherita (R$ 13,00). Na especialidade local, Panzacchi desenvolve sabores gelados a partir de ingredientes frescos comprados na feira, sem aditivos químicos, corantes, aromatizantes nem gordura hidrogenada. Caju completo (que leva a castanha) e tangerina com gengibre são duas dicas. Na ala dos cremosos, prove a versão de caramelo com flor de sal. No copinho, os valores variam de R$ 12,00 (até dois sabores) a R$ 18,00 (até três sabores).

Publicidade