Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Água da minha sede: os destaques do Boteco do Zeca Pagodinho

A cargo de Toninho Laffargue (do Momo), expert em gastronomia de botequim, está o extenso cardápio, com beliscos como o espetacular bolovo de pernil

Por Carolina Barbosa Atualizado em 16 dez 2021, 18h35 - Publicado em 17 dez 2021, 06h00

Com um balcão na Barra e outro em Jacarepaguá, o sambista mais carismático das redes sociais tem mais um bar para chamar de seu: o Boteco do Zeca Pagodinho, situado no térreo do antigo Hotel Novo Mundo, no Flamengo. O novo endereço segue o mesmo perfil dos irmãos mais velhos e preserva o estilo temático, com fotos e elementos ligados à vida do cantor, como peças religiosas de São Cosme e São Damião, além de grafite de São Jorge, de quem é devoto.

Compartilhe essa matéria via:

A cargo de Toninho Laffargue (do Momo), expert em gastronomia de botequim, está o extenso cardápio, com beliscos como o espetacular bolovo de pernil (R$ 15,00 a unidade; foto), a coxinha de galinha com catupiry (R$ 35,00, com seis) e a panelinha de moela (R$ 30,00). No almoço executivo, em cartaz de segunda a sexta, entre meio-dia e 16h, figuram novidades como o arroz de costela (R$ 40,00). Para acompanhar a cerveja gelada (R$ 9,00 a caldeireta de Brahma), diariamente há apresentações de sambistas por lá (R$ 15,00 o couvert). Praia do Flamengo, 20, térreo (350 lugares). ♿ 12h/0h.

+Um cantinho para beber e comer ostras

+Um passeio pelos drinques amarguinhos, tendência do verão

+Três novidades para provar no Venga! de Ipanema, recém-reformado

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade