Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Vinoteca Por Marcelo Copello, jornalista e especialista em vinhos Marcelo Copello dá dicas sobre vinhos

Champagne com gelo – testei e comprovei

por Marcelo Copello   Uma polêmica tem circulado nos meios enófilos: colocar ou não gelo no espumante ou no cognac. Este tema rendeu um caloroso debate na revista Baco de dezembro (nas bancas).  De um lado o vice-presidente do Jornal do Brasil e enófilo com extensa litragem, Reinaldo Paes Barreto, contra o gelo no champagne e […]

Por marcelo Atualizado em 25 fev 2017, 19h15 - Publicado em 11 jan 2013, 15h44

por Marcelo Copello

 

Uma polêmica tem circulado nos meios enófilos: colocar ou não gelo no espumante ou no cognac.

Este tema rendeu um caloroso debate na revista Baco de dezembro (nas bancas).  De um lado o vice-presidente do Jornal do Brasil e enófilo com extensa litragem, Reinaldo Paes Barreto, contra o gelo no champagne e cognac. Do outro lado, ninguém menos que Davide Marcovitch, presidente da LVMH (empresa dona dos Champagnes Möet Chandon e Veuve Clicquot, e do Cognac Hennessy), defendendo o democrático hábito de umas pedrinhas nas bebidas.

Como publishher da Baco me senti na obrigação de experimentar eu mesmo e tirar conclusões.

Pois bem, abri uma garrafa de champagne e servi em uma taça bem grande tipo borgonha, cheia de gelo. Vejamos os resultados:

– CONTRA: o sabor fica sem dúvida diluído e os aromas dispersos, mais sutis.

Continua após a publicidade

– A FAVOR: a bebida final fica perigosamente leve, refrescante e desce muito mais fácil. Normalmente levo, com ajuda de minha esposa, uns 30 segundos para resolver os 750 ml de uma ampola de champagne. Nesta experiência científica com gelo este tempo caiu à metade! Cuidado, gelo no espumante é um perigo e uma temeridade.

 

– CONCLUSÃO:

1-dados os “contras” aqui expostos não coloque gelo no seu Dom Pérignon, pois vai transformá-lo em um Prosecco.

2-Já se você tem um Prosecco quente em sua taça, se quiser encha-a de gelo sem medo. Só não espere assim transformar seu Prosecco em Dom Pérignon.

 

saúde,

Marcelo Copello (mcopello@bacomultimidia.com.br)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês