Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Covid-19: ocupação de UTIs na rede privada do Rio sobe para 80% 

Segundo a Associação de Hospitais do Estado do Rio de Janeiro (Aherj), a situação se mantém sob controle, mas aponta um ritmo preocupante

Por Da Redação Atualizado em 16 mar 2021, 14h12 - Publicado em 16 mar 2021, 13h53

Nesta terça (16), o índice de ocupação de leitos de UTI para pacientes com a Covid-19 nos hospitais particulares do estado do Rio subiu para 80%, segundo a Associação de Hospitais do Rio de Janeiro (Aherj).

+ Covid: vacinação reduz em 30% internações de idosos acima de 90 anos

Em entrevista ao G1 Rio, o diretor Graccho Alvim aponta que houve um aumento na última semana nos casos de internações de pacientes com sintomas mais graves. Na última semana, o índice de ocupação registrado foi de 78%. No entanto, o médico acredita que rede privada de saúde possui um suporte maior para ampliar as ofertas de leitos.

“A situação ainda está sob controle, mas é preocupante porque a gente não sabe como o Rio de Janeiro vai estar nas próximas semanas. As medidas de restrição foram medidas inteligentes porque atacou o problema antes dele chegar com força. Talvez por isso os números do Rio ainda não sejam tão altos como em outras capitais”, disse.

+ Mais um dia sem vacina contra Covid-19: calendário segue suspenso no Rio

Continua após a publicidade

Enquanto isso, o estado do Rio bateu recorde de pedidos de internação de pacientes com a Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS) no sábado (13) e domingo (14), com 344 solicitações. No segunda (15), foi registrado 232 pacientes com Covid-19 estavam na fila de espera, 171 para UTI e 61 para enfermaria.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

No município do Rio, 73 pessoas aguardavam um leito. De acordo com o Censo Hospitalar Público, 1 164 pessoas estão internadas com Covid ou com suspeita somente nas unidades do SUS da capital.

+Covid: no ritmo atual, vacinação no Rio levaria dois anos, diz Fiocruz

Até o fim desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio anunciou que pretende abrir 100 novos leitos, contratados em hospitais particulares por meio de convênios, diante a alta a taxa de ocupação. Nesta segunda (15), a o índice era de 91%.

Continua após a publicidade
Publicidade