Continua após publicidade

Sem pânico: tubarão-baleia, encontrado por nadadoras em travessia, é dócil

Orientação de biólogos é não chegar muito perto do animal, já que movimentos bruscos podem machucar os banhistas

Por Da Redação
29 abr 2024, 13h02

Não há motivos para pânico, apesar da magnitude do tubarão-baleia ser assustadora, à primeira vista. O maior peixe do mundo, que chegou pertinho de um grupo de nadadoras na altura da Praia da Reserva durante uma travessia entre o Leme e o Pontal, neste sábado (27), é dócil e não apresenta riscos aos banhistas.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Em entrevista ao jornal O Globo, a bióloga marinha Larissa Gouvêa Paiva tranquilizou os leitores. “O único cuidado que devemos tomar é o de não chegar muito perto do tubarão-baleia, porque ele é muito grande e qualquer movimento brusco podem acabar machucando os humanos”, afirmou.

+ Três academias, 45 baús de figurino… A bagagem de Madonna

Continua após a publicidade

A espécie, inofensiva, possui 300 fileiras de dentes pode chegar a 12 metros de comprimento e pesar até 12 toneladas.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.