Clique e assine por apenas 4,90/mês

Rio tem 20 dias para disponibilizar leitos de hospitais de campanha

Decisão foi tomada pela Justiça do estado

Por Agência Brasil - 21 Maio 2020, 10h24

A Justiça do Rio ampliou para 20 dias o prazo para que o governo do estado e o município do Rio de Janeiro coloquem em operação todos os leitos livres dos hospitais de campanha para  atendimento imediato a pacientes da covid-19.

+Prefeitura estende duração de lockdown parcial na Zona Oeste

A decisão é da 25ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça. Os magistrados acompanharam, por unanimidade, o voto da relatora, desembargadora Isabela Pessanha Chagas, que também suspendeu decisão anterior que obrigava o estado e o município a colocarem à disposição todos os leitos livres existentes nas redes estadual ou municipal para atender os pacientes com covid-19. A ação civil pública requerendo a colocação dos leitos em operação foi ajuizada pelo Ministério Público e pela Defensoria Pública do Estado.

A desembargadora Isabela Pessanha Chagas ressaltou que os leitos relacionados na ação civil pública não integram àqueles destinados ao tratamento de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

+Coronavírus: sistema de transporte público do Rio está à beira do colapso

A relatora explicou que destinar todos os leitos disponíveis na rede de saúde para o tratamento da covid-19 poderá colocar em risco os pacientes acometidos por outras patologias e a liberação dos leitos nos hospitais de campanha pode liberar vagas na rede pública.

Para assinar Veja Rio clique aqui

“Não há que se falar em desbloqueio de todos os leitos bloqueados e livres da rede municipal e estadual, posto que, sem maiores esclarecimentos da autoridade de saúde, a execução de tal medida, poderia, em tese, dificultar o tratamento de outras patologias, ante o possível redirecionamento dos leitos para internação dos pacientes infectados com a covid -19”, escreveu na decisão a desembargadora.

 

Continua após a publicidade
Publicidade