Clique e assine por apenas 4,90/mês

Michel Temer recebe Chefes de Estado em clima de selva chique no Rio

Ambientação para a recepção oficial no Palácio Itamaraty tem bananeiras, coqueiros, pitangueiras, jabuticabeiras e bromélias espalhadas pelos salões

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 2 jun 2017, 12h01 - Publicado em 5 ago 2016, 20h32

Antiquário há mais de 30 anos, Arnaldo Danemberg, que já mobiliou a casa de gente como a atriz Maitê Proença e a diretora global Amora Mautner, tem no currículo uma vasta experiência que o gabaritou a chancelar o projeto de decoração especial do Palácio Itamaraty, no Rio, onde o presidente interino Michel Temer recebe, nesta sexta (5), os 37 Chefes de Estado que vieram para a Olimpíada. Assinado em parceria com a decoradora Lu Kreimer, o paisagismo dos três salões do palácio, construído entre 1851 e 1855, no Centro, por Francisco José da Rocha Leão, o Conde de Itamaraty, segue a temática dos trópicos. “Temos bananeiras imensas, coqueiros, pitangueiras, jabuticabeiras e bromélias espalhados pelos ambientes”, contou o antiquarista a VEJA RIO, sem medo de soar piegas e clichê aos olhos do mundo. “Resgatamos o Brasil das pinturas do holandês Albert Eckhout (1610-1666), que integrou a missão de Nassau”, justificou.

Palácio do Itamaraty no Rio: decoração inspirada no clima tropical para recepção oficial dos Chefes de Estado
Palácio do Itamaraty no Rio: decoração inspirada no clima tropical para recepção oficial dos Chefes de Estado

O salão principal, onde será servido um coquetel assinado pelos chefs Roland Villard (ex-Le Pré Catelan) e Ricardo Lapeyre (Brasserie Lapeyre), abriga uma monumental mesa em jacarandá brasileiro com cadeiras no estilo rococó inglês de Thomas Chippendale (1718-1779). “Quisemos montar um ambiente de boas-vindas e de acolhimento com toda a erudição palaciana do mobiliário francês presente no acervo do Itamaraty, aliada ao despojamento do mobiliário brasileiro”, explicou Danemberg. Sobre o móvel, um majestoso centro de mesa em bronze dourado, Empire, com cerca de 4 metros, foi forrado com folhas de bananeira e abastecido de frutos nativos como cajus e carambolas.

palácio do itamaraty
palácio do itamaraty

Adaptada para uma sala de visitas, a biblioteca do palácio ganhou gravuras brasileiras do século XIX que retratam o cotidiano, além de bustos em bronze de figuras históricas, poltronas brasileiras e francesas dos séculos XVIII e XIX, e um aparador no estilo Barroco Joanino do período Dom João V. Por último, a sala de cumprimentos do presidente em exercício foi ornamentada com quadros de Antônio Parreiras (1860-1937), além de mobiliário estilo barroco inicial e um imponente arranjo floral. “A missão é de dever cumprido. E que sejam todos muito bem-vindos”, finalizou Danemberg.

palácio do itamaraty
palácio do itamaraty
itamaraty3
itamaraty3
Publicidade