Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Instituto Moreira Salles lança bolsas para fotógrafos e pesquisadores

Contemplados vão receber entre R$ 30 000 e R$ 65 000 para produção acadêmica e projetos artísticos inéditos

Por Marcela Capobianco 23 set 2020, 16h32

O Instituto Moreira Salles abriu inscrições para as novas edições de bolsas para artistas e fotógrafos. A Bolsa de Fotografia ZUM/IMS, no valor de R$ 65 000 cada, é voltada para a produção contemporânea de artistas e fotógrafos. Já a Bolsa de Pesquisa em Fotografia, que será pago em doze parcelas de R$ 2 500, é destinada a projetos de pesquisa acadêmica relacionados ao acervo do IMS.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

As inscrições para a Bolsa ZUM já estão abertas e vão até 2 de novembro. Serão selecionados dois projetos inéditos de artistas e fotógrafos, para que desenvolvam e aprofundem seu trabalho no campo da fotografia, em suas mais diversas vertentes, sem restrição de tema, perfil ou suporte.

Este ano, em virtude da pandemia, todo o processo de inscrição e seleção será digital. Os selecionados terão um prazo de oito meses para a entrega dos resultados finais dos projetos, que serão incorporados à Coleção de Fotografia Contemporânea do IMS.

+ Em busca de ar puro, cariocas encontram nas bikes a companhia perfeita

O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis no site da ZUM.

Os vencedores serão divulgados em novembro pela instituição.

Continua após a publicidade

Bolsa de Pesquisa em Fotografia

Em 1º de outubro começarão a ser recebidas as inscrições para a Bolsa IMS de Pesquisa em Fotografia. O encerramento está previsto para o dia 22 de novembro.

+ A programação dos museus que já voltaram a receber o público

O pesquisador contemplado receberá o valor de R$ 30 000, que será pago em doze parcelas mensais de R$ 2 500,00. Para concorrer à bolsa, é necessário possuir o título de mestre e, caso o candidato seja estrangeiro, residir no Brasil há no mínimo um ano.

O projeto de pesquisa deve ser original e inédito, não resultando de dissertação ou tese de conclusão de curso ou pós-graduação. Os candidatos serão avaliados por uma comissão de seleção constituída por três profissionais indicados pelo IMS. O projeto vencedor será anunciado em dezembro no site do instituto.

+ Após Crivella liberar pipoca, cinemas reabrem em 1º de outubro

Devido às restrições impostas pela epidemia de covid-19, o trabalho de pesquisa poderá ser desenvolvido de forma remota. Para a realização da pesquisa, o bolsista terá acesso aos acervos do IMS que se encontram digitalizados no Cumulus, banco de imagens do IMS.

Continua após a publicidade
Publicidade