Clique e assine por apenas 4,90/mês

Coronavírus: parques da cidade reabrem nesta quinta (9), com restrições

Jardim Botânico só receberá visitantes com agendamento prévio e Parque Nacional da Tijuca mantém veto a piqueniques

Por Bruna Motta - 8 jul 2020, 14h53

Aniversariante da semana, o Parque Nacional da Tijuca volta a receber visitantes nesta quinta (9), após ficar quase 100 dias fechado. Nesta nova fase da etapa de reabertura, a prática de exercícios está liberada (desde que respeitadas as “regras de ouro”, como o uso de máscaras e a distância de dois metros entre seus frequentadores). Piqueniques continuam vetados, e a entrada de veículos só é permitida para carros oficiais ou os que estiverem transportando equipamentos de voo livre. O parque – o mais visitado do país em 2019, quando recebeu 3 milhões de turistas – completou 59 anos na última segunda (6).

+Rio: prefeitura dará 50 reais a estudantes municipais durante pandemia

As novas regras foram discutidas durante uma reunião virtual entre representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e atletas de diversos segmentos nesta segunda (6).

+Casos de covid-19 na Rocinha podem ser 62 vezes maiores que o oficial

Continua após a publicidade

Na Zona Sul, o Parque Lage e o Jardim Botânico também poderão ser visitados a partir desta quinta (9). No Jardim Botânico, será necessário fazer marcação prévia: a instituição exigirá agendamento do dia e horário de visitação através do site e irá controlar o número de frequentadores. Estarão abertos ao público somente o arboreto, o cactário e o bromeliário.

+Covid-19: Rio pode triplicar número de testes para doença

Outros pontos turísticos como o Cristo Redentor, a Vista Chinesa e a Mesa do Imperador continuam fechados.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

 

Publicidade