Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Prova de fogo: como será o primeiro evento-teste da pandemia no Maracanã

Comprovante de imunização e teste negativo para Covid-19 estão entre as obrigatoriedades impostas pela Prefeitura do Rio aos torcedores

Por Redação 15 set 2021, 13h05

Considerado um evento-teste pela Prefeitura do Rio, o jogo desta quarta (15) entre Flamengo e Grêmio no Maracanã decide uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Para a ocasião, são esperadas 24 000 pessoas no estádio, que anunciou esquema especial para receber os torcedores, assim como o metrô.

+Passaporte da vacina: onde será obrigatório apresentar o documento no Rio

Para ingressar no estádio, o público deverá apresentar:

Comprovante de vacinação digital extraído do ConecteSUS ou a caderneta física de imunização
Comprovante de resultado negativo (não reagente) de Covid-19 realizado nos laboratórios credenciados, dentro de um prazo de 48h antes da partida.
Na chegada ao Maracanã, o torcedor deverá estar usando máscara facial e, de preferência, com álcool em gel 70%  de até 100 ml.

+Alô, carioca! Quem fraudar comprovante de vacinação vai sentir no bolso

Aqueles que já tiverem idade para ter sido contemplado com as duas doses só poderão entrar no estádio caso comprovem o esquema vacinal completo. Se, pelo calendário do município, a pessoa tiver idade apenas para a primeira dose, a comprovação também precisa ser feita pelo aplicativo do ConecteSUS ou apresentando-se a carteirinha física.

A liberação para a presença de flamenguistas no Maracanã foi feita pela Secretaria Municipal de Saúde, a pedido do clube. A autorização vale também para as partidas em 19 e 22 de setembro.

Continua após a publicidade

No estádio, a administração garante a descontaminação de ambientes como cabines. bancos, vestiários, bancadas de imprensa, trajeto dos jogadores, etc. Além disso, totens com álcool em gel foram espalhados estrategicamente no estádio, assim como  lixeiras sinalizadas para descarte de máscaras descartáveis.

No que diz respeito à chegada e saída, o metrô vai ampliar o número de trens, vai estender o horário de embarque de passageiros nas estações Maracanã e São Cristóvão até 0h15. Haverá ainda reforço do efetivo de segurança e de atendente.

Após a meia-noite, as demais estações ficarão abertas apenas para desembarque e dispersão do público. A transferência entre as linhas 1 e 2 será feita nas estações entre Botafogo e Central.

Como pode-se ingressar no estádio três horas antes da partida, recomenda-se a antecipação de chegada ao local. Quem tem ingressos para acesso nos portões A, B e C (Oeste e Sul) deve desembarcar na estação Maracanã (Linha 2). Em São Cristóvão param aqueles que têm de se dirigir ao portão D, E e F (Leste e Norte). Outra dica é comprar ou recarregar os bilhetes com antecedência.

No entorno do estádio, as interdições estão programadas para começar às 17h30.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

 

Continua após a publicidade
Publicidade