Clique e assine por apenas 7,90/mês

Bebê de grávida baleada na cabeça respira sem ajuda de aparelhos

Michelle, a mãe, foi atingida em uma tentativa de assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense

Por Redação VEJA RIO - 23 jan 2018, 13h37

O bebê de Michelle Ramos da Silva Nascimento, de 33 anos, a grávida baleada na cabeça em uma tentativa de assalto em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, já respira sem a ajuda de aparelhos, segundo informações do Hospital de Clínicas Mário Lioni, onde mãe e flho estão internados.

Michelle conheceu a criança, que nasceu prematura de oito meses, esta semana, numa visita à UTI neonatal. No último domingo (21), ela foi transferida para um quarto.

No sábado (13), data em que foi atingida pelos tiros disparados por assaltantes, Michelle foi levada para a UPA Bom Pastor, e, em seguida, para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, onde foi internada em estado gravíssimo e submetida a uma cirurgia para descompressão craniana.

Publicidade