Clique e assine por apenas 7,90/mês

Hemorio oferece vacina contra a febre amarela a quem doar sangue

Campanha começa nesta segunda (22) e contará com 400 doses

Por Redação VEJA RIO - 22 jan 2018, 19h32

Para ampliar as reservas de sangue e combater a febre amarela, o Hemorio oferece, a partir desta segunda-feira (22), doses da vacina contra a doença a quem doar sangue.

De acordo com o secretário Luiz Antônio Teixeira, as pessoas que não estiverem aptas a fazer a doação poderão ser vacinadas após passarem por uma triagem clínica. A Secretaria estadual de Saúde disponibilzou 400 doses.

Quem já teve a doença pode ser um doador, desde que esteja curado há mais de um ano. Ainda é necessário ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, ter boa de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto.

Pessoas com 16 e 17 anos precisam de autorização dos pais ou responsáveis legais serem doadores. Embora não seja preciso estar em jejum, é necessário evitar alimentos gordurosos quatro horas antes da doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes.

Continua após a publicidade

O Hemorio abastece emergências de grandes hospitais, maternidades e outras unidades de saúde do Rio. A entidade também envia sangue para outras cidades quando há defasagem. Durante janeiro e os dias que antecedem o Carnaval, as dações caem 40% na unidade. A vacinação em massa da população de todo o estado provavelmente reduzirá ainda mais os estoques.

Publicidade