Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Tom Zé: tropicalista é a estrela do show de abertura do Multiplicidade

Artista gravou apresentação em São Paulo e as imagens, projetadas na fachada do Museu Nacional, serão transmitidas pelo Youtube

Por Cleo Guimarães Atualizado em 15 jan 2021, 09h58 - Publicado em 15 jan 2021, 06h00

O relógio biológico de Tom Zé será reajustado no próximo dia 21. Acostumado a pegar no sono antes das 22 horas para acordar por volta das 3 horas, neste dia o tropicalista vai ficar acordado até um pouco mais tarde para assistir à própria apresentação na versão on-line do festival Multiplicidade. O show vai ao ar no YouTube às 21 horas, quase madrugada para o artista de 83 anos, que almoça por volta das 10 horas e janta pontualmente às 15 horas.

Raquel Potí: pernalta mais querida do carnaval de rua da cidade fala sobre a saudade dos blocos

Maria Fernanda Cândido: quanto mais Clarice Lispector, melhor

“Meu fuso horário funciona assim. Às 4 da manhã já estou na ativa, trabalhando”, diz o cantor, compositor, performer e jardineiro de mão-cheia. Entusiasta das lives (“Já perdi a noção do tanto de vezes que fiz durante a pandemia”), Tom Zé contou com o incentivo de quem entende do assunto. “Caetano disse que sou ótimo nisso e eu acreditei.” Sua agenda prevê mais duas apresentações nesse formato ainda neste início de 2021.

Ipanema, meu amor: empresário abre quinto restaurante no bairro

Glenda Kozlowski: ‘Moro em São Paulo e me emociono toda semana, quando volto ao Rio’

Continua após a publicidade
Publicidade