Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Sabrina Sato: ‘Não sei quando será o Carnaval, mas Zoe vai comigo’

Apresentadora e madrinha do projeto Barracão Solidário quer apresentar a Sapucaí para a filha, de dois anos e meio: 'Já está na hora, ela vai amar'

Por Cleo Guimarães Atualizado em 18 set 2020, 15h09 - Publicado em 18 set 2020, 07h00

Sobram dúvidas sobre a realização do Carnaval de 2021, mas para Sabrina Sato uma coisa é certa: chegou a hora de sua filha Zoe estrear na Sapucaí. “Ela já está com 2 anos e meio. Tenho certeza de que vai amar”, diz. Carnavalesca de vasto currículo — são dez anos de Vila Isabel e quatro de Salgueiro —, Sabrina também é madrinha do Barracão Solidário, projeto que arrecada recursos para os trabalhadores das escolas cariocas durante a pandemia.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Ela diz sentir falta de passar mais tempo no Rio, onde viveu em tempos de dureza, no fim dos anos 1990. “Eu morava em Botafogo e ficava horas no ônibus para chegar à UFRJ, onde fazia faculdade de dança”, lembra. Prestes a estrear um programa semanal de relacionamentos na Record, Sabrina revela ainda que a autodeclarada falta de animação sexual no pós-parto é página virada: “Estava amamentando, era difícil… Agora eu e o Duda (Nagle) estamos cheios de energia”

Luisa Arraes: temporada de amor, sorte e muito trabalho

Patricia Pillar: ‘Abusos e ações covardes não ficarão impunes’

Ernesto Neto: artista plástico exalta o poder transformador da lua cheia

Da depressão à bonança: rapper Projota vence mais uma vez

 

Continua após a publicidade
Publicidade