Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Paes rebate o ‘Parece que Coronavac não deu muito certo’ de Bolsonaro

Presidente põe em xeque a eficácia da vacina, e prefeito do Rio vai às redes para afirmar: 'Ela salvou a vida da minha mãe'

Por Da Redação 5 jul 2021, 12h15

Em mais uma declaração de sua assumida campanha contra a imunização, o  presidente Jair Bolsonaro ironizou o comentário do diretor da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, de que a variante Delta do coronavírus se espalha também por populações vacinadas. “Abre logo o jogo que tem uma vacina aí que infelizmente não deu certo. Abre logo o jogo! Eu estou aguardando aquele cara de São Paulo falar”, provocou Bolsonaro em sua live desta quinta (1). “Infelizmente, parece que Coronavac não deu muito certo”, disse, em tom de comemoração, deixando ainda mais clara a birra com João Doria (o tal “cara de São Paulo”).

Vacina: Prefeitura do Rio nega ter aplicado doses vencidas da AstraZeneca

A gracinha do presidente calou fundo em muita gente – inclusive em Eduardo Paes, que usou suas redes para rebater as declarações do presidente. Ele teve como argumento sua experiência pessoal – seu pai, Valmar, morreu em decorrência da Covid-19 na última sexta de junho (25). Ele havia recebido apenas uma dose da vacina. Já a mãe do prefeito, imunizada com as duas doses da Coronavac, não foi vítima da doença.

Delícias na serra: festival reúne 70 bares e restaurantes de Friburgo

“Tomem qualquer vacina. Vacina boa é a que vai no braço”, afirmou Paes. “Diante de desinformação me sinto obrigado a dar meu depoimento pessoal: minha mãe tomou as duas doses da coronavac e passou ilesa pela Covid. Meu pai só tinha tomado a primeira de outra vacina”, destacou Paes, que ainda agradeceu Doria e o Instituto Butantan.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade