Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mariana Lima vai nos ajudar a entender os horrores do presente

Atriz é a intérprete da viúva de Rubens Paiva no filme em Ainda Estou Aqui; dona de casa virou ativista depois do 'sumiço' do marido durante a Ditadura

Por Cleo Guimarães Atualizado em 16 jul 2021, 16h03 - Publicado em 16 jul 2021, 07h05
Mariana Lima -
Mariana Lima vai interpretar um símbolo da resistência contra a Ditadura: ‘Convite veio em boa hora’ João Cotta/TV Globo

Escolhida por Walter Salles para interpretar a viúva do ex-deputado federal Rubens Paiva no filme Ainda Estou Aqui, Mariana Lima, 48 anos, considera que o convite veio na melhor hora possível. “É urgente recuperarmos nossa história, para que a gente tenha uma visão do horror do presente”, diz. Eunice Paiva (1932-2018) virou símbolo da resistência contra a ditadura ao lutar por informações sobre o paradeiro do marido, arrastado para interrogatório pelos militares antes de desaparecer para sempre, em 1971. Sua tortura e morte só foram confirmadas pela Comissão da Verdade em 2014, mais de 40 anos depois. 

Isabella Santoni: musa teen brilha como ‘mulher de malandro’ em DOM

Jonathan Ferr, o pianista de Madureira que quer democratizar o jazz

Ativa nas redes, Mariana também combate os dramas do presente, mas com outras armas. Recentemente postou um vídeo de biquíni, com legenda-recado aos influenciadores isentões. “Você pode usar seu corpo e a sua bunda para ajudar a sociedade a lembrar que a gente precisa usar máscara”. Viralizou.

A onda de Silvana Lima: surfista ‘carioca’ vai em busca de medalha

Vacinada, Teresa Cristina prepara a volta aos palcos e substitui Conká

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade