Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Expansão oriental: José Loreto abrirá mais um japonês, desta vez na Barra

Sócio da Temakeria & Cia., com duas unidades na cidade e uma em Niterói, o ator fala sobre o desafio de empreender na cena gastronômica

Por Carolina Barbosa 30 jun 2021, 16h52

Com duas casas no Rio, instaladas no Jardim Botânico e em Ipanema, além de uma em Niterói, a Temakeria & Cia. abrirá sua primeira unidade na Zona Oeste em 19 de julho na Barra. Com o dobro do tamanho das atuais, o endereço de 400 metros quadrados ocupará um imóvel na balada Avenida Olegário Maciel, 373, com direito a varanda e espaço arborizado. À frente do novo projeto de expansão está o ator e empresário José Loreto, um dos sócios da rede. “Minha vida pessoal e profissional é na Barra da Tijuca e no entorno. Sempre foi um sonho trazer a marca para perto da minha rotina. O restaurante vai ser um anexo da minha casa, seja para trazer os amigos pós-gravações ou até para aprimorar minhas técnicas culinárias com nossos talentosíssimos chefs. Estou ansioso por esse novo desafio”, conta.

+Orgulho carioca: chef do Rio figura em seleta lista mundial de talentos da gastronomia

Ao lado dos sócios Filipe Caldas, Hugo Monnerat e Rafael Torres, Loreto vai implementar novidades como o menu eat clean (vegetariano), o low carb do José (com menos açúcar, uma vez que ele é diabético) e outras criações. “Adoro invadir a cozinha nos horários mais tranquilos e tentar preparar algumas peças. O sushi não fica tão bonito, fica mais ou menos (rs), pois não tenho aquela expertise do sushiman, mais um dia eu chego lá”, brinca Loreto, frequentador assíduo do endereço de Ipanema, onde pede umas aulinhas ao chef Junior.

Temakeria & Cia.: projeto da nova unidade da Barra
Temakeria & Cia.: projeto da nova unidade da Barra Gustavo Salles/Divulgação

Aos 37 anos, sendo catorze deles de carreira, ele diz que atuar é mais fácil do que ser gestor do ramo gastronômico. “Tenho mais experiência nesta área, pois trabalho atuando desde os 21 anos. Gerir restaurantes é uma operação muito complexa, que envolve várias pessoas. Como ator, sou um funcionário, autônomo, meu próprio patrão em determinados trabalhos. No restaurante, temos muitas vidas à nossa volta, muitas famílias que dependem do empenho de todos, de nós, sócios, e de quem tá ali operando”, analisa.

+‘Sou feliz e agradeço’: Bar do Zeca Pagodinho ganhará duas filiais no Rio 

Para celebrar a chegada ao bairro, o rodízio (R$ 94,90 a R$ 109,90, dependendo do dia da semana) ganha novos itens, como o marinado ao pesto e o sushi ao pesto, além dos bolinhos de porco crocantes.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade